CCJ da Assembleia Legislativa aprova instituição de libras em telejornais locais

Hermano Morais é o autor da proposta (Foto: Eduardo Maia)

Treze matérias aprovadas e duas baixadas em diligência para anexação de informações sobre os impactos financeiro e orçamentário é o saldo da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, realizada na manhã desta terça-feira (27) no plenário das Comissões.

Entre os projetos aprovados está o que Institui a Inclusão de Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos telejornais e nas propagandas e programas institucionais do Governo do Estado.

“Convém destacar que o acesso à informação da pessoa com deficiência sempre foi um grande desafio da sociedade brasileira. Entretanto, ficou evidente o agravamento do problema diante da pandemia que, atualmente, acomete o mundo inteiro. Hodiernamente, todo cidadão tem a guarida pelas mais variadas legislações brasileiras do livre acesso à informação, contudo, têm-se observado que nos mais diversos meios de comunicação do Governo (Estados e Municípios), raras são as oportunidades em que há intérprete de libras para garantir a informação ao referido público”, justifica o autor da matéria, deputado Hermano Morais (PSB).

De acordo ainda com o parlamentar, a ideia do projeto de lei foi capitaneada e incentivada pela Associação dos Amigos dos Excepcionais de Natal (APAE/Natal), que é referência para as outras 16 Apaes do Rio Grande do Norte e é, também, referência nacional pela excelência dos serviços prestados, notadamente na área da inclusão social de pessoas com deficiência.

As duas matérias baixadas em diligência pela Comissão foi o Projeto de Lei 243/2020, que Institui Gratuidade Temporária no Sistema de Transporte Público Coletivo para Mulheres Vítimas de Violência e o que reconhece como de utilidade pública a Associação Brasileirinhos Sensação Nordestina de Parelhas, ambas de autoria do deputado Francisco do PT.

Compartilhe:

CONSUNI da UFERSA aprova retirada de quadro de ditador do gabinete da reitora

Reitora nomeada por Bolsonaro resgata quadro de ditador (Foto: reprodução)

O Conselho Universitário da Universidade Rural do Semi-Árido (UFERSA) aprovou por maioria ampla de votos que a reitora Ludmilla Oliveira retire o quadro de Costa e Silva, um dos presidentes da ditadura militar, do seu gabinete.

Resolução aprovada na gestão anterior já proibia homenagens a ditadores dentro das instalações da UFERSA.

Foram 15 votos favoráveis, três abstenções e um voto contra. A ação foi sugerida pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Compartilhe:

Kerinho tenta sem sucesso impedir que defesa de Mineiro seja ouvida

Kerinho é aliado de Beto Rosado (Foto: reprodução)

A defesa de Kerinho (PP) incluiu fatos novos na ação que pode resultar na mudança da representação do Rio Grande do Norte na Câmara dos Deputados.

Os advogados de Kerinho alegam que existe tempestividade, quando a tese de que não há mais prazo para apresentação da denúncia.

O juiz relator do caso, Ricardo Tinôco, achou por bem ouvir todas as partes interessadas, mas a defesa de Kerinho tentou excluir a manifestação de Mineiro e dos 51 advogados que fizeram a denúncia sobre a não desincompatibilização do então candidato a deputado federal.

Decisão contra Kerinho

Compartilhe:

Pela primeira vez vereadores são enquadrados na Lei da Ficha Limpa em Mossoró

Izabel, Alex e Manoel estão inelegíveis (Fotomontagem: Blog do Barreto)

Em dez anos de Lei da Ficha Limpa esta é a primeira vez que vereadores de Mossoró são impedidos de serem candidatos por causa da regra que proíbe condenados em segundo instância de disputarem eleições.

A primeira vítima do pleito foi o vereador Alex Moacir (PP), líder da bancada rosalbista na Câmara Municipal. Ele é condenado por corrupção pela Justiça Federal por desvios de recursos na Fundação Vingt Rosado.

Depois foi a vez dos vereadores Izabel Montenegro (MDB) e Manoel Bezerra (PP) de serem candidatos por condenação na Operação Sal Grosso.

Os ex-vereadores Daniel Gomes (MDB) e Claudionor dos Santos (PL) ainda ficaram de fora das eleições pelo mesmo motivo.

Demorou, mas a Lei da Ficha Limpa finalmente gerou efeitos nas eleições proporcionais de Mossoró.

Compartilhe:

Primeira pesquisa com avaliação dos fatos novos na eleição de Mossoró já tem data marcada para divulgação

Super TV vai divulgar pesquisa (Foto: cedida)

A Super TV já tem data para o anuncio da terceira pesquisa realizada em parceria com o Instituto Sensatus. Será a primeira avaliação do eleitorado após o primeiro debate e com os efeitos da declaração do ex-governador Robinson Faria (PSD) em favor do deputado estadual Allyson Bezerra (SD).

A divulgação será na segunda-feira (02/11), no programa Enfoque Político, que começa às 18h40.

A Difusora divulga amanhã números do Instituto AgoraSei que foram coletados antes dos dois fatos novos citados acima.

Além da disputa pela Prefeitura de Mossoró, a pesquisa traz dados sobre a corrida para a Câmara Municipal e avaliações de governos.

As 781 entrevistas serão aplicadas de amanhã, quarta-feira, até sexta-feira, 30.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral, com o número RN-03288/2020.

Compartilhe:

Operação da PF no RN encontra dinheiro escondido em vasos e bichos de pelúcia. Confira os vídeos

PF desbarata esquema de contrabando (Foto: cedida)

A Operação Falsos Heróis* da Polícia Federal encontrou dinheiro escondido em vasos e bichos de pelúcia. A ação foi deflagrada para desbaratar uma organização criminosa que atua em Mossoró, Areia Branca e Tibau.

O esquema foca no contrabando de cigarros e produtos falsificados. Foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão e oito de prisão. Ainda houve o sequestro de 22 contas bancárias.

 Ainda houve ações em no Pará (Belém e Ananindeua) e São Paulo (capital).

As diversas diligências realizadas no curso da investigação permitiram identificar a existência de uma organização criminosa bem estruturada, cujo modus operandi consiste no transporte naval de produtos contrabandeados (cigarros, vestuário e equipamentos eletrônicos falsificados) com origem no Suriname, os quais são internalizados de forma clandestina em pontos da costa dos municípios potiguares de Areia Branca, Porto do Mangue e Macau, sendo posteriormente transportados para diversos estados, principalmente São Paulo, onde são comercializados em locais notadamente conhecidos por esta prática.

Somente entre os anos de 2018 e 2019, a Orcrim movimentou cerca de 185 milhões de reais, revelando a alta lucratividade da empreitada criminosa.

Dentre os investigados, constam empresários, policiais civis do Rio Grande do Norte, além de um secretário municipal da cidade de Areia Branca/RN.

Os crimes imputados são os de contrabando qualificado (art. 334-A, §3º, CP) e organização criminosa armada (art. 2º, § 2º, e § 4º, incisos II e V, da Lei 12.850/2013), cujas penas, somadas, podem ultrapassar a 23 (vinte e três) anos de prisão.

*O nome “Falsos Heróis” faz referência ao batismo das embarcaçõesutilizadas para o transporte de mercadorias contrabandeadas (Ex: Thor, Hulk e Capitão América), bem como ao envolvimento de policiais civis que atuavam principalmente fornecendo segurança às operações logísticas de transbordo e transporte dos produtos contrabandeados.

Com informações da PF.

Compartilhe:

Inelegível, Izabel retira candidatura e anuncia que filha disputa cargo em seu lugar

Apoiadores de Izabel ouvem anúncio de troca de candidata (Foto: cedida)

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) não é mais candidata a reeleição. Após ter a manutenção do registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ela reuniu apoiadores em sua residência e anunciou que será substituída pela filha Carmem Júlia.

Izabel preside a Câmara Municipal desde 2017 e está no terceiro mandato como vereadora.

A legislação permite a troca de candidato nestas circunstâncias.

Compartilhe:

Após incidente com tiros, Cláudia cancela agenda

Apoiadores de Cláudia sofrem susto (Foto: reprodução)

A ex-prefeita Cláudia Regina (DEM) cancelou agenda na Rua Tonheca Dantas, Abolição IV, por causa de um incidente com tiros. Abaixo nota de esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A agenda da coligação Juntos Por Mossoró para a noite desta segunda-feira, dia 26/10, foi cancelada após o incidente de disparo de tiros nas proximidades da Rua Tonheca Dantas, onde estava previamente marcada a concentração para panfletagem por ruas e avenidas da Abolição IV.

O episódio se deu por volta das 19h e, de imediato, a candidata Cláudia Regina (DEM) determinou a suspensão de todas as atividades em pleno respeito e cuidado à integridade física dos profissionais e da população que acompanhava a mobilização.

A democrata lamenta profundamente o episódio e ainda repudia qualquer tentativa de intimidação às mobilizações de rua, como já acontecera anteriormente. Dada a gravidade do caso desta segunda-feira, espera-se medidas cabíveis das autoridades competentes.

Compartilhe:

Robinson Faria declara apoio a Allyson Bezerra

Robinson anuncia apoio a Allyson Bezerra (Foto: reprodução/Blog do Barreto)

Quarto colocado em Mossoró nas últimas eleições para o Governo do Estado, o ex-governador Robinson Faria (PSD) declarou apoio ao deputado estadual Allyson Bezerra (SD) na corrida ao Palácio da Resistência.

Robinson disse que Mossoró vive uma revolução social assim como em 2014 quando votou nele para o Governo do Estado.

Robinson deixou o Governo do Estado em 31 de dezembro de 2018 com altíssimo índice de desaprovação.

O vice de Allyson, Fernandinho, é do partido do ex-governador.

Confira o vídeo:

 

Compartilhe: