Rosalba caminha para deixar uma péssima última impressão como prefeita

Rosalba evitou dar esclarecimentos sobre 13º dos aniversariantes de março (Foto: arquivo/Blog do Barreto)

O medo de todo gestor derrotado em tentativa de reeleição é a melancolia de fim de mandato. A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não foge da regra.

Ela intensificou as obras e anuncia novas iniciativas como se não tivesse sido derrotada em 15 de novembro.

Mas Rosalba exagera e só reforça um dos aspectos que geraram o desgaste que resultou em sua derrota: o oportunismo.

Foi assim que ela mandou de última hora o projeto da gestão democrática nas escolas. Está sendo assim com as obras aceleradas como se Mossoró sofresse um apocalipse no réveillon vindouro.

Na sexta-feira tentou puxar para si o mérito da abertura dos novos leitos de UTI para pacientes com covid-19 sendo que 70% do investimento será bancado pelo Governo do Estado e haverá uma parceria com a Associação de Assistência e Proteção a Maternidade e a Infância de Mossoró (APAMIM) e o Hospital São Luiz sob beneplácito do Ministério Público.

Para piorar a prefeita conduz de forma primitiva o processo de transição, mostrando que não respeita o veredicto das urnas.

Rosalba tenta mostrar o contrário, mas faz por onde deixar um péssima última impressão como gestora.

Compartilhe:

Cobrado a fazer reformulação em nível nacional, PT no RN se renova

 

Brisa é uma das novidades do PT (Foto: redes sociais)

Há dez uma frase padrão nas rodas políticas era: o PT do Rio Grande do Norte se resume a Fátima e Mineiro.

Na época Fátima era deputada federal e Mineiro estadual. Os dois eram os petistas mais influentes do Estado.

Mas ao contrário do que acontecia no auge do poderio do partido em nível nacional o PT no Rio Grande do Norte vem passando por um processo de reformulação apresentando nomes novos nos últimos quatro anos.

Na Câmara dos Deputados não é mais Fátima Bezerra quem representa o petismo: é Natália Bonavides. Na Assembleia Legislativa Fernando Mineiro deu lugar a Isolda Dantas e Francisco do PT.

Natália e Isolda simbolizam a renovação do partido em 2016 e se consolidaram em 2018.

Outros nomes do partido emergira das urnas em 2020. Em Mossoró Marleide Cunha será vereadora. Plúvia Oliveira é suplente que apresentou boa votação.

Em Natal Divaneide Basílio foi a segunda vereadora mais votada. O partido ainda elegeu Brisa Bracchi e apresentou novidades como Aline Juliete e Daniel Valença.

Apesar de comandar o Governo do Estado, o PT repetiu o desempenho de sempre em relação a eleição de prefeitos elegendo apenas três entre os quais o jovem Odon Junior, reeleito em Currais Novos. O que mostra a necessidade de desenvolver quadros competitivos no interior.

O PT vem passando por um processo de renovação no Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

Câmara Municipal tem chance de salvar a legislatura

Câmara tem chance de salvar a legislatura (Foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró não vive na quadra que se encerra no próximo dia 31 a sua pior legislatura. Muito pelo contrário.

Discordo do senso comum que trata toda composição do nosso parlamento como o “pior”. Isso é preguiça analítica. Já tivemos legislatura que ficaram três anos sem propor uma única emenda ao orçamento ou que se envolveram escândalos de corrupção, além dos casos em que as as trocas de sopapos estiveram por um triz.

Essa legislatura foi sem graça e subserviente ao Palácio da Resistência. Se no segundo aspecto foi como nas anteriores nos poupou de cenas lamentáveis como em outros períodos.

Reforço que essa legislatura não entrega nada de positivo. Vai ser lembradas por tentar sufocar o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindserpum) e por decretar (e depois revogar) a hoje vereadora eleita Marleide Cunha (PT) como persona non grata.

Há uma luz no fim do túnel: aprovar a lei da gestão democrática nas escolas da rede municipal de ensino. Seria o ápice após a grande renovação que nós vimos no último dia 15.

Pouco importa se a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) mandou o projeto de última hora por politicagem, o que de fato foi. Se isso é um problema que se aprove a proposta mais simples do vereador Ozaniel Mesquita (DEM) que está pronta para ser votada há meses.

A gestão democrática é um sonho dos professores e salvaria essa legislatura.

Compartilhe:

Ministros viram alternativas da direita no RN para 2022

Fábio Faria e Rogério Marinho com o presidente Bolsonaro (Foto: Web/autor não identificado)

A política é capaz de gestar reviravoltas inimagináveis. Ao fim das eleições de 2018, parte da massa das redes sociais celebrava a derrota de Rogério Marinho como um “castigo” por apoiar medidas impopulares como a reforma trabalhista.

Ainda havia o melancólico fim da passagem de Robinson Faria (PSD) que enfraqueceu o deputado federal Fábio Faria (PSD) que se reelegeu com dificuldades.

Hoje os dois são ministros (respectivamente do desenvolvimento regional e comunicações) e cotados para voos maiores na política potiguar. Com os oligarcas das famílias Alves, Maia e Rosado em baixa há um vácuo no campo da direita no Rio Grande do Norte para 2022.

Especula-se (e se força a barra também) que Fábio Faria disputaria o Senado e Rogério Marinho o Governo do Estado ou vice e versa.

Pouco se leva em conta que Fábio mal aparece no Estado e tem residência fixa em São Paulo onde mora com a esposa Patrícia Abravanel, filha do empresário Sílvio Santos. Rogério tem mais ligações com o Estado, mas tem pouco apelo popular.

Neste campo eles ainda terão que enfrentar o melhor quadro dos oligarcas, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), e o senador Styvenson Valentim (Podemos).

Por enquanto os ministros vão tentando ocupar os espaços de forma artificial. Se vão se viabilizar será uma outra história.

Compartilhe:

Ao contrário do plano nacional, o DEM no RN está em franca decadência

Partido de Agripino perde espaço na política do RN (Foto: arquivo)

Esta semana o ex-senador José Agripino (DEM) apareceu todo poderoso em entrevista ao Agora RN. Gabou-se do crescimento do DEM em nível nacional nas eleições deste ano.

Não é para menos: o DEM saltou de 268 prefeitos para 458. Ainda assim é preciso lembrar que segundo o jornalista Bruno Carazza, do Valor Econômico, 50% dos prefeitos eleitos pelo partido foram atraídos já no exercício do mandato.

No RN, onde o ex-senador disse ter repetido o desempenho, o crescimento foi mínimo: saiu de 16 para 17 prefeitos.

Isso reflete a decadência do DEM no Rio Grande do Norte, onde rivalizou por décadas com o atual MDB pelo comendo da política municipal estimulada pelos embates entre bicudos e bacuraus.

O DEM de Agripino não governa nenhuma das dez maiores cidades do Rio Grande do Norte, inclusive perdeu a estratégica Prefeitura de Pau dos Ferros.

Outros fatores chamam atenção: o DEM sequer montou uma nominata de vereador para disputar a eleição em Natal. Isso, o partido ficou desaparecido no processo eleitoral da capital. Em Macaíba a história também se repetiu. Em Mossoró, o DEM pela primeira vez não elegeu vereador para a Câmara Municipal.

O DEM que já elegeu o maior número de deputados federais no Estado está totalmente ausente da bancada federal.

A influência de José Agripino nas eleições de 2020 foi nula.

Se no Brasil o DEM vai bem, no RN vai mal. Muito mal.

Compartilhe:

Governo anuncia medidas para reduzir efeitos da covid-19

Fátima afirma que Governo tem compromisso com a vida (Foto: Elisa Elsie)

Governo do Rio Grande anunciou, nesta sexta-feira (04), medidas para reforçar a assistência de saúde à população e garantir a vida. Em entrevista coletiva no auditório da Governadoria, em Natal, a governadora Fátima Bezerra informou que diante do crescimento dos casos de Covid o Governo do Estado, ouvindo o Comitê de Especialistas que assessora a administração, vai rever as autorizações já concedidas para eventos públicos, reunir os prefeitos a partir da próxima segunda feira (07) para tratar das ações comuns para conter a contaminação, iniciar a pesquisa inquérito sorológico visitando sete mil residências para identificar o perfil e a contaminação familiar, reativar 89 leitos de atendimento exclusivo à Covid, ampliar o transporte sanitário e dispensar do expediente os servidores estaduais acima de 60 anos portadores de comorbidades.

“Nosso Governo tem compromisso com a vida e com a proteção da sociedade. A secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vem constatando o aumento de casos que repercutem na ocupação de leitos. Portanto, para manter a pandemia sob controle, estamos tomando estas medidas e esperamos contar com a adesão da população para o uso da máscara, higienização constante das mãos, respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações”, destacou a chefe do Executivo estadual.

Fátima Bezerra ainda acrescentou que “o Governo do Estado está preparado para garantir assistência de saúde à população. Vamos renovar as parcerias com os municípios e com o Ministério Público, pelas quais conseguimos montar uma rede com mais de 600 leitos, o que é mais do que seis hospitais de campanha, adquirimos equipamentos, insumos e contratamos e capacitamos pessoal para atender toda a população do RN”.

A Sesap registrou até a manhã desta sexta-feira (4), 97.098 casos confirmados, descartou 243.874 casos e tem outros 44.842 suspeitos de contaminação pelo coronavírus. São 2.715 óbitos confirmados pela Covid-19, sendo um deles nas últimas 24h, e mais 405 mortes em investigação.

A ocupação geral dos leitos de UTI Covid na rede pública é de 60%, com 114 pessoas internadas. A Região Metropolitana está com 53% de ocupação, o Alto Oeste está com todos os nove leitos de UTI ocupados, enquanto que no Oeste/Vale do Açu a ocupação está em 78%. Já no Agreste não há nenhuma pessoa internada, no Potengi há 62% de ocupação e o Seridó com 56%.

No total, somando leitos públicos e privados, tanto UTI como clínicos, entre casos confirmados e suspeitos, há 370 pessoas internadas no RN.

Compartilhe:

Reitores eleitos e não empossados lançam carta aberta “A democracia precisa prevalecer”

Codes e Arnóbio assinam documento (Fotomontagem: Blog do Barreto)

Um grupo de 28 reitores e vice-reitores eleitos e não empossados de institutos e universidades federais lançou uma carta aberta em defesa da democracia e da autonomia universitária que vem sendo desrespeitada pelo presidente Jair Bolsonaro.

O texto classifica os escolhidos pelo presidente como interventores:

Até que ponto uma intervenção pode sufocar e até mesmo levar à morte esses espaços educacionais que eram reconhecidos, anteriormente, apenas pela qualidade da formação dos Estudantes, pela inovação de suas práticas e pela capacidade e formação de excelência de seus Corpos Docentes e Técnico-Administrativos? A pergunta é pertinente, pois o clima de medo, a ameaça de punições arbitrárias e o adoecimento físico e mental de suas Comunidades são apenas algumas das formas já percebidas de respostas individuais e coletivas ao sufocamento lento, invisível e inaudível imposto pela atitude governamental antidemocrática.

No Rio Grande do Norte a Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) teve a terceira colocada na consulta à comunidade acadêmica transformada em reitora. No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) hoje completa um ano que o professor José Arnóbio de Araújo filho venceu a eleição, mas está impedido de tomar posse por causa de uma liminar que sustenta com base numa Medida Provisória que caducou.

A situação impacienta professores do IFRN como Tales Augusto que ontem interpelou o reitor pró-tempore Josué Moreira (confira no vídeo abaixo):

Arnóbio e o reitor eleito da UFERSA Rodrigo Codes assinam o documento.

CONFIRA A CARTA A DEMOCRACIA PRECISA PREVALECER – CARTA ABERTA DAS REITORAS E DOS REITORES_DIRETORES ELEITOS E NÃO EMPOSSADOS

Compartilhe:

Operação do MPRN apura desvios de recursos públicos em compra de combustíveis

MPRN faz operação Tanque Cheio (Foto: cedida)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da Procuradoria-geral de Justiça, deflagrou nesta sexta-feira (4) a operação Tanque Cheio. O objetivo é apurar um suposto esquema de desvio de recursos públicos na Prefeitura de Caiçara do Rio do Vento por meio do contrato para fornecimento de combustíveis. Ao todo, 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, inclusive na sede da Prefeitura e nas casas do prefeito na cidade e em Natal.

A operação Tanque Cheio contou com o apoio da Polícia Militar. Além de Natal e Caiçara do Rio dos Vento, houve cumprimento de mandados em Parnamirim e Assu. Na sede da Prefeitura, o MPRN cumpriu mandados no gabinete do prefeito Felipe Muller, na Comissão Permanente de Licitação e ainda na Secretaria de Finanças do Município. Entre os alvos também estão a chefe de gabinete da Prefeitura, o subsecretário de Agricultura do Município e o posto de combustíveis onde seriam cometidos os desvios de recursos públicos.

De acordo com as investigações do MPRN, o esquema seria comandado pelo prefeito da cidade. Há suspeitas de fraudes em licitação e ainda que veículos particulares seriam abastecidos no posto de combustíveis contratado pela Prefeitura e o valor excedente a esses abastecimentos seriam dissimulados em notas fiscais emitidas para cada Secretaria Municipal.

O MPRN também já apurou que o posto foi contratado pela Prefeitura na atual gestão de Caiçara do Rio do Vento auferiu o montante de R$ 4.954.009,03 entre 2017 e 2020, sendo R$ 1.055.096,35 pagos apenas em 2020, mesmo com a paralisação de muitos serviços por conta da pandemia da Covid-19.

Uma análise preliminar dos processos de pagamento de 2020 em favor do posto deixam evidente a discrepância entre os valores faturados e a realidade comum, bem como confirmam que os desvios continuam acontecendo. A fim de corroborar a alegação, basta se observar os consumos faturados para a Secretaria de Agricultura somente neste ano.

No caso da caçamba da Secretaria de Agricultura, entre janeiro e março de 2020, foram faturados 7.731,513 litros de diesel. Se for considerado que o veículo percorre, em média, 2km com cada litro de diesel, chega-se ao total de 15.463,02 km percorridos em dois meses. Para efeito de comparação, a distância entre os pontos mais extremos do Brasil (Monte Caburaí/RR e Arroio Chuí/RS) é de 4.394 km, o que significa que, em 2 meses, uma única caçamba percorreu 3,5 vezes a distância entre os pontos mais extremos do país.

Outro exemplo do descompasso é o caso do carro locado exclusivamente para uso do prefeito, que deixam ainda mais evidente o superfaturamento das quantidades de combustível adquiridas pelo Município de Caiçara do Rio do Vento. Para esse veículo, foram faturados 6.068,92 litros de gasolina entre janeiro e julho de 2020. Considerando o parâmetro de consumo de 10km/litro, chega-se ao total de 60.689,23 km percorridos, que equivale a 13,8 vezes a distância do Monte Caburaí ao Chuí.

Por fim, o MPRN apurou um outro caso de carro locado que, entre 9 de janeiro e 29 de setembro deste ano, foi abastecido com 8.519,12 litros de gasolina. Mantendo o mesmo padrão de consumo de 10km/litro, chega-se ao total de 85.191,28 km percorridos, distância superior a 2 vezes a circunferência do Planeta Terra.

Fonte: MPRN

Compartilhe:

Treta na transição de governo em Mossoró

Paulo e Anselmo tiveram discussão ríspida (Fotomontagem: BCS)

O jornalista Carlos Santos revelou em seu blog (ver AQUI) que o clima da transição em governo em Mossoró evoluiu da tensão para o bate-boca entre o advogado Paulo Linhares e o consultor-geral do município Anselmo de Carvalho.

Paulo está tentando receber documentos com o quadro do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (PREV-Mossoró) e foi informado que Anselmo vetou a entrega.

Linhares ligou para Anselmo e eles tiveram uma discussão ríspida.

A demora no envio de documentos vem gerando preocupação. Hoje no Foro de Moscow (ver AQUI) o coordenador da equipe de transição Raul Santos falou que não recebeu nenhum documento e que está tendo que se virar para ter acesso as informações básicas como contratos e quadro de pessoal.

Ontem o Portal do RN (ver AQUI) já tinha relatado que há um temor de que seja apresentada uma outra proposta orçamentária.

Já foram enviados 19 ofícios pedindo informações.

Compartilhe: