A bravura dos medrosos

Novo Eleitoral

Coragem, uma palavra de vários significados para diversas pessoas, mas para a nossa POLÍTICA brasileira não se tem mais esse termo inserido neste contexto.

Há exatamente 17 dias atrás, tive a gratificação de participar de um seminário, promovido pelo TRE que é intitulado ”Rota Eleitoral”, que está sendo apresentado em nosso Estado, mostrando aos eleitores todo o nosso processo de votação, como também alertando a cada um a importância do seu voto para nós todos brasileiros. O voto tomou hoje um caráter plástico, se assim pudermos chamar, porquê hoje em dia perdemos a displicência de votar, isto por simplesmente estarmos desacreditados com os nossos políticos.

Uma coisa me chamou bastante atenção neste seminário, foi a coragem, aquela que citei lá em cima agora há pouco, parece que ela reapareceu, isto porquê, o prefeito da cidade de Afonso Bezerra no Rio Grande Do Norte, deu seu depoimento como político perante diversos outros políticos, servidores do TER, bem assim vários juízes eleitorais.

Em suas palavras algo me chamou atenção, ele me falou:” O nosso voto é mercantilista, enquanto houver gente comprando e vendedores de voto, o Brasil nunca será uma nação séria”.

Isto é uma mensagem que todos deveriam refletir, poderíamos chamar o nosso sistema eleitoral de (Mercado Eleitoral), seria basicamente assim: O prefeito chegará em uma determinada casa e dirá: “Vocês precisam de algo para esta comunidade? Água, saneamento básico, estrutura escolar, médicos?” E o eleitor simplesmente responderá curto e grosso: “Você vai dar o quê para mim? Tijolos? Meu tanque? Meu trabalho?.”

Estamos diante de uma crise econômica, mas se todos refletirem, uma crise eleitoral também, escândalos, desvios de dinheiro, recursos públicos enriquecendo ilicitamente os “donos da bola”. A situação está generalizada, para isso precisamos da conscientização de cada um, para o grau de importância do voto, temos a chance de mudar, basta cada um usar o seu direito, e só assim mudar a política brasileira.

Ao final o Doutor José Herval Sampaio Júnior, Juiz de Direito, fez sua devida colocação e nos mostrou outro ponto bastante importante: “Senhor prefeito, se o eleitor compra voto hoje, isto se dá por causa de vocês que implantaram tal sistema mercantilista, ou seja, vocês os acostumaram mal e agora devem também desacostumá-los”.

A colocação é dura, mas nos mostra a nossa realidade, pois sabermos que o nosso representante nos dá um mal exemplo e que é ele em que nos espelhamos, só mostra que este sistema perdurará por muito tempo, pois está enraizado em nosso sistema democrático, se é que podemos dizer assim. Mais um ato de bravura do senhor José Herval Sampaio Júnior, que coloca cara a cara, ser humano com a realidade.

Neste texto que parabenizar a coragem deste político, que teve a bravura de falar não só da nossa situação, mas de explicar o perfil do nosso eleitor e dizer que hoje em dia nosso candidato só se elege se oferecer qualquer benefício ao nosso eleitor, onde em seu depoimento a culpa não está somente nos que estão no poder, mas a culpa em primeiro lugar está em nós que elegemos e que tratamos de mercantilizar o nosso voto, a corrupção passa por gerações e gerações e se enraíza cada vez mais em cada um de nós, o que precisamos fazer é mudar nosso pensamento como eleitor, e só assim dar um futuro melhor a nossa nação. Por último quero deixar uma pequena palavra para aqueles políticos que lêem o novo eleitoral: “CORAGEM”.

Vinicius Melo – Estudante de Direito na UNP e cidadão indignado com a corrupção

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *