A inevitável comparação com Alcaçuz

O governador Robinson Faria (PSD) poderia ter dialogado, mas preferiu ir para cima dos trabalhadores da UERN e saúde com gás de pimenta e tudo que tinha direito (concedido pela Justiça). O comportamento foi o inverso em relação aos bandidos que tomaram o controle do Presídio de Alcaçuz por 13 dias no mês de janeiro “presenteando” ao país uma guerra primitiva com paus e pedras entre as facções criminosas. Esse foi o tema do nosso comentário de hoje no Bom Dia Mossoró.

Obs.: comentário gravado antes das prisões dos dirigentes do Sindsaúde.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *