Abstenção terá peso importante na eleição e ausências beneficiam Rosalba

rosalba-visita-quixabeirinha-2

A ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) tem um aliado invisível e quase pouco lembrado nessas eleições: as abstenções que tendem a ser um dos fatores decisivos nesse pleito.

Mas como assim? Simples. A maioria do eleitorado de Tião Couto (PSDB), principal adversário dela na disputa, está concentrado na classe média. Como para Mossoró estamos tendo um “feriadaço”, a vantagem é dela.

O eleitorado de Rosalba é bem cristalizado no chamado “povão” cujo poder aquisitivo proíbe pensar em viagem nesse final de semana. Bom para ela.

Uma eventual vitória de Rosalba não está condicionada as abstenções, mas os votos de Tião dependem muito da quantidade de pessoas que vão viajar.

abstencoes

O Blog do Barreto mostra que nas últimas três eleições regulares (2004, 2008 e 2012) a abstenção ficou na casa dos 12%. Em 2000 foi de 13,42%. Já na eleição suplementar de 2014 a abstenção ficou na casa dos 19,011%.

A coincidência com os feriados de 30 de setembro e 3 de outubro tendemos a uma abstenção parecida com a do pleito suplementar ou ao menos intermediária entre o que aconteceu há dois anos e a média histórica.

Brancos/Nulos

Nos últimos pleitos, os votos brancos variaram de 1,5% a 3,2% enquanto que os nulos ficaram entre 3,9% e 4,6% com exceção do pleito suplementar de 2014 quando chegaram a 11,15%. O que pesou para isso? A solidariedade de parte do eleitorado com Cláudia Regina (DEM) que fora cassada num ponta e na outra o eleitor que sentia inseguro em votar em Larissa Rosado (PSB), que estava àquela altura com os direitos políticos suspensos.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Abstenção terá peso importante na eleição e ausências beneficiam Rosalba

  • 1 de outubro de 2016 em 00:07
    Permalink

    discordo pois o nome de tiao estar em todos os cantos da cidade e zona rural,a mensagem,as propostas claras chegou e pegou do mais humilde ao mais rico.a quantidade de pessoas ignorantes(apaixonadas)nao e mais suficiente pra decidir campanha.os humildes tem aceso a o que se passa com os fichas sujas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *