Ao denunciar corrupção na gestão de Rosalba, primeira dama consolida afastamento de governador e prefeita

WhatsApp Image 2017-04-17 at 14.22.09

Não tem para onde fugir. A primeira dama e secretária estadual de trabalho, habitação e ação social Julianne Faria escancarou o afastamento político entre o governador Robinson Faria (PSD) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

A intenção era mostrar que o marido é um homem rico que não precisa se sujar por causa de R$ 100 mil, mas pelo visto a primeira dama falou demais. Intencional ou não ela declarou que ao assumir o cargo (no primeiro dia do governo Robinson) ela encontrou corrupção. “Ao assumir minha pasta peguei uma secretaria repleta dos mais variados aos quais o MP e o RN tem conhecimento de alguns!”, disparou.

A colocação é o registro de nascimento de mais um distanciamento entre Robinson e um prefeito de Mossoró. Há sete meses, a primeira dama deu a resposta em nome do marido que consolidou e tornou público o rompimento com o então prefeito Francisco José Junior.

Agora ela repete a dose.

Sobre as denúncias de corrupção, que Julianne Faria não detalhou, seria importante ela explicar melhor pelo bem da transparência que ela diz marcar a gestão dela e do marido.

À prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini resta encarar mais uma crise que abala a imagem dela. Isto uma semana depois das delações da Odebrecht.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Ao denunciar corrupção na gestão de Rosalba, primeira dama consolida afastamento de governador e prefeita

  • 17 de abril de 2017 em 17:19
    Permalink

    Primeira dama sendo secretária? O erro já começa aí!

    Resposta
  • 17 de abril de 2017 em 22:35
    Permalink

    vc conversa muinto é merda. vem agora querer dar uma de santa. .vc como esposa se fosse mais seria. ficaria pelo menos de boca calada. vc é pior que a outra do ex prefeito de mosso´ro que da boca só sai merda. vc calada ainda assim. é perigosa. ta querendo enganar a quem. vcs nunca nasceraam em berço de ouro quem conhece bem vcs é henrrique.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *