Com um ano e três (quase quatro) meses de mandato, gestão de Rosalba ainda não fez prestação de contas da saúde

rosalba-eleita
Discurso de campanha não se confirma na gestão

Em campanha a transparência e a austeridade nas contas públicas não saem da boca da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), mas após as eleições a coisa muda. Estamos com quase um ano e quatro meses de mandato ela ainda não fez a prestação quadrimestral das contas da saúde.

Nenhuma prestação de contas quadrimestral de 2017 foi feita até hoje. A legislação prevê que a cada quatro meses as prefeituras devem ir à Câmara Municipal apresentar o balanço dos investimentos em saúde.

De repente, pegando a bancada de oposição de surpresa, o secretário Benjamim Bento daqui a pouco, às 9h, na Câmara Municipal para apresentar as contas de 2017 a toque de caixa.

Teremos três quadrimestres com contas apresentadas de uma vez só sem ter as condições de se debater um por vez como estabelece a legislação.

Coincidência ou não, a saúde municipal está na berlinda desde ontem quando a Defensoria Pública da União entrou com uma ação pedindo a suspensão dos gastos com o Mossoró Cidade Junina (ver AQUI).

Sobre o assunto leia mais AQUI e AQUI.

PS: a Prefeitura de Mossoró fez a prestação de contas do primeiro quadrimestre em agosto do ano passado. A própria assessoria de comunicação informou que a audiência envolveria as contas do ano de 2017 sem especificar os quadrimestres dando a entender que seria o ano inteiro. Ver AQUI

Compartilhe:

Usuário de serviço de saúde apresenta informação que coloca nota da Prefeitura em dúvida

O usuário dos serviços da Prefeitura de Mossoró para diabéticos Francisco César relatou a falta dos insumos que a administração municipal garantiu em nota (ver AQUI) estarem disponíveis. Ele destaca a ausência da entrega das fitas e as agulhas em seu depoimento.

Bruno boa tarde comecei a ler a notícia agora. Vibrei com a iniciativa, é uma sensacional atitude do MPU, contra essa maldade que a Prefeitura impõe a centenas de pessoas que tem essa terrível doença. Passo pra você Bruno essa informação. A meses que a Secretaria de saúde não entrega as fitas testes da glicose aos diabéticos cadastrados na Secretaria de Saúde, e desde o final de março não tem também as agulhas utilizadas nas aplicações das insulinas. Portanto, as pessoas diabéticas tem que se virar pra comprar esses fitas de testes e as agulhas. Em média 120,00 reais mensais que os diabéticos tem que ter . Sou a favor das festas juninas em Mossoró, e se tem dinheiro pra bancar festas, obrigatoriamente tem que ter também pra saúde da nossa população sofrida. Os mossoroenses agradecem ao Ministério Público da União.

Nota do Blog: conversei através do telefone com o leitor que reafirmou a informação através do texto acima.

Veja outras informações AQUI

Compartilhe:

Prefeitura desmente DPU e culpa SUS em problema com insulinas que provocou ação contra Cidade Junina

A Prefeitura de Mossoró emitiu nota dizendo ser improcedente a informação da Defensoria Pública da União (ver AQUI) de que estão faltando insumos para os diabéticos de Mossoró. O município também informa que o fornecimento dos medicamentos é responsabilidade do Governo Federal.

A respeito do pedido da Defensoria Pública da União à Justiça Federal quanto ao fornecimento de insulinas aos pacientes do Município, a Prefeitura de Mossoró esclarece que o atendimento se dá no âmbito do Sistema Único de Saúde. 

Conforme reconhecido e divulgado em ocasiões anteriores no site da Prefeitura (www.prefeiturademossoro.com.br), o Município garante o estoque anual. Ao todo foi contratada a aquisição de 36 mil unidades da insulina Degludeca e de 18 mil unidades da insulina Asparte, com investimento superior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). Além desses dois tipos especiais, outras insulinas e insumos foram adquiridos, incluindo lancetas, fitas e agulhas, através de processo legal.

Desta maneira, não são procedentes as informações divulgadas, e com isso, a Prefeitura de Mossoró reafirma e assegura a regularidade do atendimento aos pacientes diabéticos.

Compartilhe:

Elegibilidade de Robinson está nas mãos da Assembleia Legislativa

Futuro de Robinson está nas mãos da casa que um dia presidiu
Futuro de Robinson está nas mãos da casa que um dia presidiu

A Assembleia Legislativa está com o governador Robinson Faria (PSD) nas mãos. O parecer prévio do Tribunal de Contas (TCE) que reprova as contas do Governo do Estado relativo ao exercício de 2016 está sendo “cozinhada” no forno da Comissão de Finanças e Fiscalização.

Ontem o deputado estadual Gustavo Fernandes (PSDB) solicitou que o parecer saia do “fogo brando” seja votado em caráter de urgência, servindo a cabeça do governador à Lei da Ficha Limpa.

Não é para menos: segundo a legislação o parlamento tem 90 dias (contados a partir do recebimento do parecer) para votar. O documento foi entregue em 7 de fevereiro. Para agir dentro dos prazos a Assembleia Legislativa precisa votar até 7 de maio.

O governador precisa de dois terços (16 votos) dos parlamentares votando contra o parecer do TCE para reverter o quadro negativo.

Hoje fazem oposição abertamente ao governador os deputados: Souza (PHS), Larissa Rosado (PSDB), Gustavo Fernandes (PSDB), Kelps Lima (SD), Fernando Mineiro (PT), Márcia Maia (PSDB), Carlos Augusto Maia (PC do B), Cristiane Dantas (PPL) e George Soares (PR). São nove parlamentares, o suficiente para tornar o governador inelegível.

Compartilhe:

TCM exibe paraísos pouco conhecidos no RN

A equipe da Central TCM de Produções e o jornalismo TCM estão preparando um documentário sobre paraísos pouco conhecidos do Rio Grande do Norte que surgem em tempos de chuvas no Sertão.

Estão sendo coletadas imagens e depoimentos sobre as Cachoeiras do Roncador e da Caripina em Felipe Guerra.

O documentário ainda não tem data para ser exibido. Mas algumas reportagens devem ser divulgadas nos telejornais do Canal 10.

Curta abaixo um vídeo sensacional sobre a bela Cachoeira do Roncador em Felipe Guerra.

Compartilhe:

Defensoria Pública da União pede suspensão de gastos com o Mossoró Cidade Junina

0000000000000000000000000000-MOSSORÓ-JUNINA

A Defensoria Pública da União entrou com uma ação pedindo a suspensão dos gastos de nível nacional do Mossoró Cidade Junina até que a disponibilidade de insumos médicos em Mossoró seja regularizada.

A medida também atinge o Governo do Estado e União, mas no tocante aos gastos com publicidade.

O foco principal é na falta de insumos da farmácia básica do município ligada aos diabéticos.

Já existe uma liminar com mais de seis meses arbitrando uma multa que vem se acumulando. “Diante dessa medida ser ignorada a Defensoria Pública da União decidiu tomar uma medida mais drástica pedindo a suspensão de gastos com publicidade do governo do estado e união e a suspensão dos gastos com shows do Cidade Junina”, disse ao Blog do Barreto o defensor público Hélio Cabral.

Compartilhe:

Rosalba se torna estratégica quatro anos após ser rejeitada pela elite política do RN

Articulação de Agripino derrubou reeleição de Rosalba na convenção do DEM. Hoje ele precisa dela
Articulação de Agripino derrubou reeleição de Rosalba na convenção do DEM. Hoje ele precisa dela

Hoje o governador a corteja de todas as formas e abertamente. Ontem no cenário político ele perdoou quem o antecedeu no cargo e disse que como ela é alvo das forças ocultas do Rio Grande do Norte. Palavras opostas ao que ele dizia no final de 2011 quando se converteu em vice dissidente.

Na outra ponta o palanque oligárquico encabeçado por Carlos Eduardo Alves (PDT) deseja seu apoio como um míope procura os óculos no escuro. Rosalba é a porta do desconhecido pedetista (para os mossoroenses) para entrar no segundo maior colégio eleitoral do Estado. Sem contar que os senadores Garibaldi Filho (MDB) e José Agripino (DEM) precisam do apoio dela. Ironia: a dupla foi algoz dela em 2014 quando foi impedida na convenção do DEM de disputar a reeleição.

Até para Fátima Bezerra (PT) a indicação de um vice rosalbista está em questão.

A vaga de vice-governador estaria destinada a um nome da cozinha da prefeita de Mossoró em qualquer um desses palanques. Ela é a noiva da vez graças ao status de maior eleitora mossoroense.

Como na vida, as voltas que o mundo dá na política são surpreendentes e olhe que a popularidade da “Rosa” nem de longe lembra o passado recente.

Compartilhe:

A realidade paralela de Robinson

WhatsApp Image 2018-04-17 at 11.15.00

Além da entrevista ao Meio-Dia Mossoró acompanhei outras entrevistas do governador Robinson Faria (PSD) em Mossoró. Fico impressionando com a autoestima do governador mais impopular da história potiguar.

Na opinião dele o atual Governo fez uma revolução na saúde em Mossoró. A segurança nunca recebeu tantos investimentos e os números são ruins porque os bandidos possuem bons advogados e estão organizados. Quando perguntamos sobre investimentos na área de inteligência ele disse que vai tudo bem obrigado.

Para ele a greve da educação é política (aliás toda greve é política, os próprios grevistas dizem isso) e a gestão dele está fazendo grandes investimentos.

O governador vive em uma realidade paralela onde o Rio Grande do Norte está em pleno desenvolvimento e que a gestão dele finalmente está fazendo surgir um novo momento na economia do Estado, presa a um modelo criado na década de 1970.

A impopularidade na cabeça de Robinson é fruto de armações dos institutos de pesquisa que trabalham para adversários. Ele disse sentir apoio popular por onde passa e que só em junho vai decidir se vai ou não para a reeleição.

O governador também acredita que pode ter o apoio da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PP).

Ele jura que venceu a crise.

O que mais impressiona no discurso de Robinson é que ele passa a impressão de acreditar no que fala.

Compartilhe:

Blog do Barreto pergunta: quem é o maior responsável pelo retorno dos voos comerciais do Aeroporto de Mossoró?

Azul

Na enquete da semana o Blog do Barreto formula a pergunta: “A Azul Linhas Aéreas anunciou para 13 de junho o retorno dos voos comerciais no Aeroporto Dix-sept Rosado. Na sua opinião quem é o maior responsável por esta conquista?”.

A lista inclui o governador Robinson Faria (PSD), responsável pela administração do equipamento, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) que fez investimentos quando governadora e prefeita, a classe empresarial que se mobilizou nos bastidores e também fez investimentos. Quem não enxerga mérito em nenhum desses citados também terá como opinar.

Para participar das enquetes do Blog do Barreto basta entrar no grupo desta página no Facebook. Todas as solicitações serão aceitas. O único filtro é para perfis falsos.

Para votar na enquete clique AQUI

 

Nota do Blog: a opção “Betinha” não foi inclusa por se tratar de uma enquete sem caráter humorístico.

Compartilhe: