Apoio de Rosalba não altera estagnação de Carlos Eduardo

Carlos Eduardo segue com 15% de intenções de voto

No dia 19 de julho Carlos Eduardo Alves (PDT) conseguia um de seus principais objetivos na pré-campanha: receber o apoio da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PP) com ela indicando o filho, Kadu, como vice.

Dois dias depois a Tribuna do Norte publicou pesquisa do IBOPE colocando o pedetista com 15% das intenções de voto contra 31% de sua principal concorrente, Fátima Bezerra (PT).

Logicamente, não dava para em 48 horas o quadro ter mudado além de os números terem sido coletados antes do anúncio oficial da aliança.

Mas passados quase 30 dias da parceria política era de se esperar que a prefeita tivesse impactado positivamente na campanha de Carlos Eduardo. Mas o efeito é literalmente nulo até aqui.

Carlos Eduardo tem os mesmos 15% de um mês atrás e ainda viu Fátima Bezerra subir para 34%, indo além do limite da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Os números materializam a repercussão negativa da aliança bem como um quadro de menor potencial de influência eleitoral da prefeita que ainda é malvista fora dos limites de Mossoró. Sem contar o quadro de desgaste administrativo no segundo colégio eleitoral do Rio Grande do Norte.

O poder de transferência de votos de Rosalba já foi maior, mas não pode ser subestimado. Neste primeiro momento a influência dela, com filho e tudo, em favor de Carlos Eduardo, é nula.

Compartilhe:

Presidenciável cumprirá agenda em Mossoró

Haddad será candidato a presidente quando a Justiça Eleitoral negar o registro de Lula

O futuro candidato a presidente pelo PT, Fernando Haddad, cumprirá agenda em Mossoró no próximo dia 23, quinta-feira.

A agenda está sendo definida, mas já é certa uma coletiva de imprensa com Haddad.

Por enquanto, Haddad é candidato a vice-presidente, mas a partir do momento em que o ex-presidente Lula for excluído da disputa presidencial pela lei da ficha limpa caberá a Haddad assumir o posto tendo como vice a deputada gaúcha Manuela D’ávila.

Compartilhe:

Partido pode “desertar” da campanha de Robinson

O PRB está insatisfeito com o governador Robinson Faria (PSD) a indignação começa por Mossoró, mas ganha capilaridade em outras cidades.

Em Mossoró, a agremiação, que tem dois vereadores, se irritou com a demissão de Nilza Batista Rodrigues do Departamento Administrativo do Hospital Regional Tarcísio Maia.

A nomeação de Denise Aragão no cargo diretora também chateou o pessoal do PRB. Ela é ligada ao candidato a vice-governador Tião Couto (PR).

O PRB está incomodado e alega estar presente em 147 municípios do Rio Grande do Norte além de comandar 11 prefeituras, entre elas a de Parnamirim, terceiro maior colégio eleitoral do RN.

O governador tenta acalmar os ânimos com o PRB.

Desertar é o mesmo que abandonar, ausentar-se, despovoar, fugir do serviço militar, deixar a tropa sem autorização, bandear-se, renegar, trair.

Compartilhe:

Apoio de Sandra é pouco explorado em divulgação de Beto

“Sacrifício” de Sandra em favor de Beto é minimizado

O fato político mais significativo do início desta campanha eleitoral foi a oficialização do apoio da vereadora Sandra Rosado (PSDB) à reeleição do deputado federal Beto Rosado (PP). No entanto, a assessoria do parlamentar, preferiu marcar o evento de ontem por um outro viés.

“Beto Rosado destaca honestidade e compromisso como marcas do seu trabalho”, foi o título do material enviado aos jornalistas.

O espaço reservado a Sandra foi discreto:

“A vereadora Sandra Rosado (PSDB) relatou que abriu mão da candidatura para deputada federal para fortalecer a aliança e declarou apoio a Beto. ‘Estou aqui para dizer que essa aliança, que é para o futuro e para o bem da nossa cidade, vai contar com a nossa participação. Desta vez não estarei nos palanques, estarei no meio do povo, pedindo voto de porta em porta, com a mesma dedicação que sempre tive. E irei as ruas para pedir voto para Beto Rosado deputado federal.’, afirmou”.

O Blog recebeu informações de que foi muito tenso o processo que levou Sandra Rosado a desistir de tentar voltar à Câmara dos Deputados para declarar apoio a Beto.

Foto: Vanessa d’Oliviêr

Compartilhe:

Robinson tem 81% de desaprovação, segundo o IBOPE

O governador Robinson Faria (PSD) tem 81% de desaprovação de acordo com a pesquisa do IBOPE divulgada ontem pela Intertv Cabugi. No mês de julho a mesma sondagem revelou 80% de desaprovação.

Confira os números:

Já na avaliação de ótimo/bom e ruim/péssimo, 72% dos eleitores entrevistados mostraram insatisfação com o atual governador.

Confira:

A pesquisa do Ibope foi realizada entre os dias 14 a 16 de agosto ouvindo 812 eleitores de todas as regiões do Estado com idade acima de16 anos. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos com nível de confiança utilizado é de 95%. Os registros no TRE/RN e  TSE são respectivamente RN-5553/2018 e BR‐03466/2018.

Compartilhe:

Equipe de jornalismo da TCM passa por treinamento eleitoral

A equipe de jornalismo da TCM, liderada pelo diretor de jornalismo Moisés Albuquerque, recebeu, agora à noite, a segunda e última parte do treinamento sobre o uso de dados eleitorais para as Eleições 2018. Em foco, os tipos de pesquisas, diferenças de métodos de coleta e regras de divulgação.

Moisés Albuquerque passou  por curso promovido pela Abraji (Associação de Jornalismo Investigativo) para trazer à nossa redação (jornalistas, pauteiros e editores) orientações para uma cobertura isenta e responsável pautada na legislação eleitoral, características que a cada ano aprimoram o trabalho desenvolvido pela TV Cabo Mossoró e que construíram a credibilidade da emissora em todos esses anos.

Compartilhe:

MP denuncia deputado por passar informações falsas sobre servidora fantasma

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através do procurador-geral de Justiça, denunciou à Justiça potiguar o deputado estadual Nelter Queiroz pela prática dos crimes de estelionato contra a fazenda pública e falsidade ideológica. Entre 24 de julho de 2007 e 16 de março de 2016, o parlamentar inseriu informações falsas em documentação sobre a frequência de uma servidora “fantasma” da Assembleia Legislativa (ALRN).

Com o ato, o denunciado obteve vantagem ilícita em favor de Kadydja Rosely Varela da Fonseca e em prejuízo ao Estado do Rio Grande do Norte. Assim, o MPRN está pedindo que a Justiça receba a denúncia e determine o sequestro e perdimento dos bens do denunciado – com arbitramento do dano mínimo, a ser revertido em favor do Estado no montante de R$ 1.018.825,71, devidamente atualizados com juros e correção monetária.

O valor corresponde ao que a servidora recebeu sem trabalhar no período mencionado, com a permissão do deputado, que era seu chefe imediato. Ou seja, Nelter Queiroz foi o responsável pela manutenção de Kadydja Rosely na relação de pagamento da casa legislativa, para o recebimento de remuneração sem que existisse qualquer contraprestação, uma vez que a servidora estava morando em Foz do Iguaçu.

O MPRN ressalta que era do inteiro conhecimento do denunciado a condição de “fantasma” de Kadydja, pois a servidora era lotada em seu gabinete. A gravidade da conduta evidencia-se quando o deputado, em documento anexado aos autos, informou que a servidora cumpria expediente regular no setor de lotação.

Inclusive, ambos já tiveram a indisponibilidade de bens decretada pela Justiça e são réus em uma ação civil pública que pede a responsabilização dos dois pelos atos de improbidade administrativa.

Compartilhe: