Auxílio transporte de técnicos da UERN tramita a passos de tartaruga no Governo

Faz mais de 20 dias que a greve da UERN acabou. Os professores abriram mão do auxílio pedagógico. Os técnicos administrativos aceitaram o auxílio transporte de 12,035% em cima do salário base e gratificação por titulação.

Em outros tempos uma proposta dessas tramitaria na velocidade da luz para chegar a Assembleia Legislativa. Mas no Governo do Estado ela saiu há poucos dias da Casa Civil para a Consultoria. Hoje já é 11 de novembro. Ao final desta semana estará vencida a primeira quinzena do mês e nada da proposta chegar ao parlamento.

O Sintauern até aqui não se manifestou. É um silêncio ensurdecedor.

Nota do Blog: Como funcionário concursado da UERN votaria (não estava na assembleia porque estava em outra missão) contra aceitar o auxílio transporte porque abriu um precedente que vai gerar prejuízos para os servidores. Mas já que a proposta foi aceita, o governador Robinson Faria (PSD) tem a obrigação de cumprir o acordo.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *