Bancada governista salva prefeito

Por 13 votos a 4, a Câmara Municipal de Mossoró manteve o prefeito Francisco José Junior (PSD) no Palácio da Resistência. A decisão não surpreende. Afinal de contas,  o pessedista tem maioria folgada no parlamento.

Destaque para o papel decisivo da vereadora Izabel Montenegro (PMDB). Ela foi fundamental no debate com a oposição saindo em defesa do prefeito e desqualificando a iniciativa.

A oposição argumenta que Francisco José Junior não tem condições de seguir no cargo por conta de irregularidades no PREVI. São mais de R$ 15 milhões em repasses recolhidos dos servidores e não repassados ao órgão.

A situação argumenta que os problemas existem desde os tempos da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) que fundou o órgão aprovando um projeto que tramitou apenas duas horas na Câmara Municipal no final de 2011.

O caso agora deve ser resolvido no Judiciário. Amanhã a oposição deve se reunir para definir qual será o próximo passo. A tendência é que os parlamentares se desloquem à Natal para ter uma conversa com o procurador-geral de Justiça Rinaldo Reis para pedir uma investigação.

Votara pelo afastamento de Francisco José Junior: Lairinho Rosado (PSB), Vingt-un Neto (PSB), Francisco Carlos (PV) e o autor do requerimento Genivan Vale.

Protegeram o o prefeito: Soldado Jadson (SD), Flávio Tácito (DEM), Manoel Bezerra (DEM), Cícera Nogueira (PSD), Nacízio Silva (PTN), Ricardo de Dodoca (PTB), Celso Lanche (PV), Claudionor dos Santos (PMDB), Izabel Montenegro (PMDB), Alex Moacir (PMDB), Alex do Frango (PV), Lucélio Guilherme( PTB) e Heró Silva (PROS).

[useful_banner_manager banners=2 count=1]

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *