Beto Rosado aceita conselho de padre Flávio e vota contra reforma da previdência

beto-rosado

O conselho do padre Flávio Augusto fez efeito e o deputado federal Beto Rosado (PP) se junta à deputada federa Zenaide Maia (PR) e à senadora Fátima Bezerra (PT) e se pronunciou contrário à reforma da previdência sugerida pelo presidente Michel Temer.

Ao Blog de Thaisa Galvão, o parlamentar explicou que mesmo sendo aliado do presidente não tem condições de votar a favor das medidas. “Não podemos que, regras ao longo de muitos anos, que foram adquiridas, sejam perdidas. Não é porque o PP, que eu faço parte, seja um partido da base do Governo que eu vou baixar minha cabeça para qualquer projeto”, disse.

Ele ainda se colocou como um defensor dos direitos dos trabalhadores. “Sou vigilante dos direitos dos trabalhadores e não vou deixar que o Governo mexa, e da forma que hoje, o que o Governo Federal enviou para a Câmara, não podemos aceitar”, concluiu.

Da bancada federal seguem em silêncio os deputados Antonio Jácome (PTN), Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD), Walter Alves (PMDB), Rafael Motta (PSB) e Rogério Marinho (PSDB) além dos senadores Garibaldi Filho (PMDB) e José Agripino (DEM). Todos integrantes da bancada temista.

Nota do Blog: cobre uma posição desses políticos que devem satisfação ao povo do Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Beto Rosado aceita conselho de padre Flávio e vota contra reforma da previdência

  • 7 de março de 2017 em 18:09
    Permalink

    Eu juro que acredito..

    Resposta
  • 7 de março de 2017 em 21:03
    Permalink

    É com enorme tristeza que assisto e vivo esse cenário de incertezas e maldades proposto por um governo ilegal, insano e de mente e alma morfada. É duro sabermos que os representantes que se diziam do povo brasileiro, vestirem uma camisa ao averso, para inescrupulosamente esmagarem todos aqueles que o elegeram e depositaram confiança. Não existirá traição maior para os trabalhadores brasileiros, do que ver e ouvir esses colarinhos brancos, quase todos envolvidos nos escândalos de corrupção decidindo sobre os direitos trabalhistas e previdenciários duramente conquistados ao longo dos anos. Todos os parlamentares demagogos, salafraias, corruptos ou não de quaisquer dos entes da federação que votarem a favor da morte do trabalhador em seus postos de trabalho com o mínimo de seguridade para suas famílias são merecedores do repúdio e intolerância do povo brasileiro. Aqui no RN farei o que estiver ao meu alcance para ver a sepultura política de cada um.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *