Cachorros, felinos e gatunos da Câmara Municipal

Os vereadores em situação de contradição extrema (aqueles que discordam da orientação partidária para serem governistas) justificam a presença na bancada do prefeito Francisco José Junior (PSD) argumentando estarem dando “apoio administrativo”.

Ora, se dão apoio administrativo “pelo bem de Mossoró” como enchem a boca para dizer que não precisam de benesses do governo. Logo é um apoio desinteressado. Certo? Errado. Tudo hipocrisia. Muitos vão cair fora da base governista após os cortes anunciados na segunda-feira.

Diz a sabedoria popular que os cachorros gostam do dono e os gatos gostam da casa. Há um tipo de parlamentar que se comporta como os gatos, estão com o Palácio da Resistência independente de quem está lá. O apego é com a casa.

Não será muito difícil fazer o trocadilho entre gatos e gatunos.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Cachorros, felinos e gatunos da Câmara Municipal

  • 20 de janeiro de 2016 em 19:40
    Permalink

    é lamentar esse tipo de parlamentar,más são reflexo dos eleitores.

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2016 em 07:59
    Permalink

    É um verdeiro jogo de interesses NADA MAIS!!! A fidelidade só existe com interesses de cargos, salários e beneficiamento de seus próprios interesses. E vamos que vamos, na busca de uma Mossoró Melhor.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *