Câmara fechada blinda Rosalba de cobranças

Izabel tem resistido a pressões para realizar sessões remotas (Foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal anunciou que tem condições de realizar sessões remotas desde que seja necessário. Está é a informação oficial. Nos bastidores a não realização das reuniões nos moldes das que estão acontecendo no Congresso Nacional e Assembleia Legislativa tem outra interpretação: a suspensão das atividades visa blindar a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Numa discussão com vereadores de oposição a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) chegou a dar a pista: “vocês acham que eu vou dar palanque a vocês neste momento?”.

Os vereadores resmungam que estão sendo acusados de não estarem fazendo nada nas redes sociais porque suas ações não são tão divulgadas como se as sessões estivessem transcorrendo.

Outros querem que suas proposições tenham mais celeridade, além da oportunidade de poder fazer as devidas cobranças ao poder público municipal.

É justamente este último ponto que gera mais controvérsia nas discussões internas da casa.

Nota do Blog: a Câmara Municipal poderia muito bem funcionar de forma remota sem que para isso seja provocada pelo executivo. Realmente essa alegação de que só fará sessões on line em caso de necessidade soa estranho.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *