Câmara sem sessão e para “variar” é por falta de quórum

Mais uma vez a Câmara Municipal não teve sessão. O motivo é o de sempre: falta de quórum. Desta vez até teve sete vereadores para abrir os trabalhos com a leitura da pauta, da ata da sessão anterior e os discursos do pequeno e grande expediente.

Mas Ganivan Vale (PROS) precisou ir ao gabinete. Segundo o parlamentar até o final da leitura da pauta, da ata da sessão anterior  e dos discursos não tinha problema. “A verificação de quórum só é feita novamente antes da ordem do dia (votação das matérias). Até lá pode ficar só o presidente que não tem problema”, explicou.

A oposição suspeita de uma articulação para não ter debate sobre os cortes anunciados ontem pelo prefeito Francisco José Junior (PSD). A situação, claro, nega.

A sensação que é de que na verdade tudo passou por uma picuinha lá da Câmara. Encerraram a sessão por falta de quórum para culpar Genivan Vale que já solicitou a gravação para mostrar que agiu dentro do Regimento Interno.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *