Caso Kerinho: mais um documento complica a situação de Beto Rosado

Valiadação dos votos de Kerinho sustentam mandato de Beto (Foto: reprodução)

Mais um capítulo da novela Caso Kerinho. Desta vez o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) reforçou que ao longo de 2018 o então candidato a deputado federal não se desincompatibilizou para disputar as eleições.

É mais um documento que reforça a tese do Partido dos Trabalhadores (PT) que defende a anulação dos 8.990 votos de Kericles Alves Ribeiro, o Kerinho. Se isso ocorrer o mandato atualmente exercido por Beto Rosado (PP) será devolvido a Fernando Mineiro (PT).

Diz o documento que o então candidato “manteve vínculo empregatício com o Município de Monte Alegre/RN, com data de início em 01/02/2017 e úlma remuneração na competência 12/2018”.

SEI_INSS – 2377337 – Ofício SEI

Relacao_2376649_KERICLIS_ALVES_RIBEIRO

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Caso Kerinho: mais um documento complica a situação de Beto Rosado

  • 7 de dezembro de 2020 em 19:20
    Permalink

    Xô,Beto Rosado! Inimigo dos trabalhadores!

    Resposta
  • 7 de dezembro de 2020 em 20:13
    Permalink

    Querem apostar como o Beto de Souza termina esse mandato de Fernando Mineiro ?
    Ele têm toda injustiça a seu favor, desde o primeiro dia que a Justiça sabia dessa pilantragem e vem enrolando até 31/12 / de 2022.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *