Robinson define novo comando da segurança estadual

Delegada Sheyla Freitas já era cotada para o cargo
Delegada Sheyla Freitas já era cotada para o cargo

O governador Robinson Faria anunciou na manhã desta quarta-feira (19) a nomeação da delegada Sheila Maria Freitas de Souza Fernandes e Melo como nova secretária de Segurança Pública e Defesa Social do RN. Ela atualmente exerce o cargo de diretora da Delegacia de Polícia da Grande Natal (DPGRAN).

Natural de Natal, Sheila Freitas tem 51 anos e ingressou no quadro da Polícia Civil do Rio Grande do Norte no ano de 2000. É bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), tem pós-graduação em Políticas e Gestão em Segurança Pública pela Estácio de Sá/FATERN, é docente da Academia de Polícia Civil do RN (Acadepol).

Passou pela Delegacia Especial de Furtos e Roubos (Defur), DP Caraúbas, Delegacia Especializada Em Proteção Ao Meio Ambiente (DEPREMA), Delegacia de Polícia de Atendimento ao Turista (DEATUR), 1º DP, 11º DP, Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR).

O governador destacou o que determinou a escolha. “Dra. Sheila é uma policial respeitada, de atuação destacada e que reúne todos os atributos para conduzir a secretaria de Segurança. Acredito no trabalho dela e estou certo que teremos, em breve, bons resultados”, declarou.

O que motivou Sheila a aceitar o convite do governador Robinson Faria foi “o amor pela minha terra. Essa é uma oportunidade de servir a população”. E ressaltou: “a solução para o problema da segurança é muito empenho, trabalho e dedicação. Vamos modificar os modelos até hoje apresentados, porque precisamos de mudança. É preciso olhar com outra ótica e aprender a fazer muito com pouco. Passamos por uma crise estrutural, financeira, mas não é por isso que vamos deixar que a bandidagem nos vença. Precisamos mobilizar e ir pra cima, para dar um basta nessa situação”.

Compartilhe:

Maioria dos deputados do RN foi a favor da urgência para reforma trabalhista

Os deputados federais Felipe Maia (DEM), Rafael Motta (PSB) e Rogério Marinho (PSDB) votaram a favor do pedido de urgência para votar a reforma trabalhista proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Da bancada potiguar Zenaide Maia (PR) e Walter Alves (PMDB) votaram contra.

Já Antonio Jácome (PTN), Beto Rosado (PP) e Fábio Faria (PSD) levaram falta na votação.

Abaixo o quadro:

Reforma trabalhista

Nota do Blog às 13h57:  o governo precisava de 257 votos favoráveis para para aprovar a urgência. No entanto, 230 deputados votaram pela aceleração, 163 votaram contra e 1 se absteve. Faltaram 27 votos.

Compartilhe:

Ministro da cultura se compromete em destinar recursos para o Mossoró Cidade Junina

Audiencia_MINC_1

Em audiência com o ministro da Cultura, Roberto Freire, nesta quarta-feira (19), ao lado da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), o deputado federal Beto Rosado (PP) pleiteou investimentos federais para a realização do Mossoró Cidade Junina. “A ideia é fazer em Mossoró o maior São João Cultural do Brasil”, afirmou o parlamentar.

O ministro se prontificou a buscar a verba, apesar de não garantir, devido à crise financeira. O deputado e a prefeita pleitearam ainda a inclusão da Arena Cultural que será montada durante o evento na Lei Rouanet, de incentivo à Cultura.

Também participaram da reunião os secretários municipais de Cultura, Eduardo Falcão; Planejamento, Aldo Fernandes; e Agricultura, Katherine Bezerra, além do ex-ministro Henrique Alves.

Compartilhe:

“Vale” dos servidores estaduais que ganham acima de R$ 4 mil será pago na sexta-feira

O Governo do RN segue o pagamento do funcionalismo nesta sexta-feira (21), quando deposita uma parcela de R$ 4 mil a todos os 22.131 servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil.

A soma do montante chega a R$ 88,5 milhões. O complemento dos salários deste grupo será pago em breve, sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas, a partir da disponibilidade de recursos. É importante ressaltar que desde o dia 13 de abril, 80% dos servidores já receberam integralmente seus vencimentos.

Fonte: Governo do RN

Compartilhe:

Mídia ligada a Robinson aponta delegada Sheila Freitas como nova secretária de segurança

112772

O governador Robinson Faria (PSD) já tem um nome para assumir o comando da segurança estadual. Será a delegada Sheila Freitas que já teria aceitado o convite. Pelo menos é o que garante os setores da mídia natalense ligadas ao pessedista.

Ela substituiria o delegado federal Caio Bezerra. Seria o quarto nome a assumir a pasta na gestão de Robinson Faria.

Também já passaram pelo cargo a delegada Kalina Leite e o Ronaldo Lundgren.

Compartilhe:

Leitores do blog elegem Santuário de Santa Luzia a maior enganação da política mossoroense

silveira-e-a-santa

Com 53,42% os leitores do Blog do Barreto elegeram a proposta do ex-prefeito Francisco José Junior (PSD) de construir o Santuário de Santa Luzia como a maior enganação feita por um político mossoroense.

Olhe que a concorrência era pesada. Pesou a mistura entre fé e política que o então prefeito tentou fazer. A simbiose rendeu muitas piadas como a que dizia que Francisco José Junior enganou até a santa.

O caso teve episódios pitorescos como o surgimento do tal Pacheco que prometia bancar a obra para cumprir a promessa da mãe. Ele entrou no folclore político da cidade e sumiu.

Folclore por folclore a maquete do Nogueirão exposta pela então governadora Rosalba Ciarlini (PP) nunca vai sair da mente dos mossoroenses e acabou ficando em segundo lugar com 22,46% dos votos.

Tema mais que atual a reativação dos voos comerciais no Aeroporto Dix-sept Rosado ficou em terceiro com 19,45% e em quarto com o engodo que os políticos tentam passar de que Mossoró é “capital da cultura” com 4,67%.

A enquete obviamente não tem valor cientifico, mas serve como parâmetro para saber o que pensa o mossoroense.

Para participar das próximas votações entre no grupo do Blog do Barreto no Facebook AQUI.

Compartilhe:

O que restou da Porcellanati será alvo de audiência na Câmara Municipal

DSC_0061
Alex Moacir é o autor da proposição

A Câmara Municipal de Mossoró realiza, nesta quinta-feira, 20 de abril, audiência pública para debater questões trabalhistas da empresa Porcellanati e a reversão do terreno ao município.

O autor da proposta para realização da audiência, vereador Alex Moacir (PMDB), ressalta a necessidade de expor e discutir os problemas ocasionados com a demissão em massa dos funcionários da empresa. “Foram mais de 250 trabalhadores demitidos com o fechamento da Porcellanati há mais de dois anos sem nenhuma garantia trabalhista, seja pelo não pagamento do FGTS ou mesmo da rescisão contratual. É um assunto de grande importância, que merece ser discutido nesta Casa Legislativa, principalmente porque afeta a vida de tantas famílias”, reforçou.

A audiência pública será realizada a partir das 9h, no plenário da Câmara Municipal, e foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.

Nota do Blog: a Porcellanati é uma das maiores falácias vendidas ao povo de Mossoró pela nossa “meritória” classe política.

Foto: Edilberto Barros

Compartilhe:

Juiz do trabalho identifica uso de terceirizada para acomodar apadrinhados políticos em Prefeitura

A 3ª Vara do Trabalho de Mossoró (RN) considerou como fraudulento o contrato de prestação de serviço entre a empresa Marcont Assessoria Servicos Transporte e Construção Ltda. (EPP) e o Município de Areia Branca (RN).

De acordo com o juiz do trabalho Vladimir Paes de Castro, o contrato serviria apenas como um meio para empregar os indicados do grupo político no poder à época.

Teriam sido constatadas ilegalidades, como valores depositados em contas de terceiros e a existência de contratados que recebiam sem prestar serviços para o Município.

O juiz negou a liberação de qualquer valor para o pagamento de verbas trabalhistas aos “supostos empregados”, já que a fraude teria sido “perpetrada por todos os envolvidos (gestores do Município, empresa e prestadores de serviço)”.

Ele determinou, ainda, que o caso fosse comunicado ao procurador geral de Justiça do Estado “para a ciência dos graves ilícitos cometidos por diversos agentes públicos/políticos”.

Entre eles, o pai da prefeita à época do contrato, da própria prefeita, do assessor Victor Porfírio, diversos vereadores, além dos trabalhadores envolvidos na contratação ilícita.

A decisão foi em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT-RN).

Inicialmente, o MP requereu o bloqueio dos valores destinados à empresa prestadora de serviço com o objetivo de garantir o pagamento de salários atrasados e verbas rescisórias devidas aos empregados.

As partes concordaram em depositar esses valores em juízo, que passaram a ser liberados para o pagamento de acordos judiciais efetivados em ações trabalhistas.

Com o desenrolar do processo, o juiz suspendeu as liberações desses valores, pois teria constatado, em diversas ações individuais, que os trabalhadores não prestaram serviços efetivamente em favor do Município, entre outras situações irregulares.

Ficou constatado, por exemplo, que um trabalhador não sabia o nome do órgão ou o endereço do local de trabalho.

Além disso, boa parte dos contratados pela empresa indicavam contas de terceiros para a percepção de seus salários. Havia pessoas que recebiam salários de vários “supostos empregados” em sua conta.

A fraude teria sido revelada pelo proprietário da empresa, Marcos Aurélio Marques Rodrigues, em depoimento prestado na Procuradoria Trabalho em Mossoró.

No depoimento, ele afirmou que a empresa “era basicamente um CNPJ para centralizar os pagamentos, não gerenciando escalas, férias ou algo do tipo”. Revelou, ainda, que “a lista recebida dos gestores municipais já tinha o nome da pessoa, o salário e a função em que deveria ser admitida.”

De acordo com o proprietário, quando da assinatura do contrato, “foi convocado para reunião com o Dr. Bruno Filho, pai da então prefeita Sra. Luana Bruno, e o Sr. Victor Porfirio, assessor da prefeita”. Na ocasião, teria recebido uma lista “com aproximadamente 40 nomes que deveriam ser contratados”.

Para o juiz, “o cenário de fraudes e ilicitudes” teve o conluio de autoridades municipais, da empresa e de todos os trabalhadores prestadores de serviços, não havendo outro caminho “senão a declaração da nulidade absoluta da pactuação” feita entre as partes.

Processo: 0001231-57.2016.5.21.0013

Nota do Blog: até as pedras sabem que muitas terceirizadas são usadas como cabides de empregos.

Compartilhe:

Nayara Gadelha assume Prefeitura de Mossoró

prefeita transmite o cargo

A prefeita Rosalba Ciarlini transmitiu o cargo para a vice-prefeita Nayara Gadelha na manhã desta terça-feira (18) em ato realizado no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência.

Rosalba vai cumprir agenda administrativa em ministérios e órgãos federais em Brasília/DF durante toda a semana, com a vice-prefeita assumindo o cargo de prefeita interinamente no período de 18 a 24 de abril.

“Não é a primeira e nem a última vez que vai acontecer. Esse é um gesto para que não ocorra descontinuidade das ações do município. Deixo todo o secretariado para ajudar a nossa vice-prefeita no que for preciso”, destacou Rosalba.

A prefeita em exercício Nayara Gadelha, além de se colocar à disposição “sempre que for preciso”, disse que o gesto de Rosalba reforça o seu zelo com o município. “Com a transmissão do cargo, vamos poder dar continuidade a agenda que já existia. Rosalba pode viajar tranquila para trazer de Brasília os recursos que Mossoró precisa”, ressaltou.

O ato contou com a participação dos pais da vice-prefeita, secretários municipais Anselmo Carvalho (Consultoria Geral), Ronaldo Cruz (Administração e Finanças), Aglair Abreu (Comunicação) e Edna Paiva (Gabinete Civil) e o vereador Alex Moacir, líder do governo na Câmara Municipal de Mossoró.

Compartilhe:

Fafá Rosado pode ir para o PSDB

Fafá

Sem clima no PMDB mossoroense a ex-prefeita Fafá Rosado deve tomar um novo rumo partidário em 2017. O destino mais provável é o PSDB. O interesse foi manifestado pelo presidente do diretório municipal do partido Tião Couto.

No final de semana ela esteve na casa do tucano em Tibau para uma visita de cortesia. Também estava na casa o ex-deputado federal João Maia (PR) e o empresário Marcelo Alecrim, nome cotado para disputar o Governo ou Senado em 2018.

Segundo Tião, o convite será oficialmente formulado. “Convidar eu vou, mais a decisão vai ser deles. Eu como presidente gostaria muito. Precisamos de quadros bons”, explicou o líder tucano.

Compartilhe: