Cena da crise

Abasteço há oito anos no mesmo posto de gasolina. Mas há 15 dias não ia ao estabelecimento. Hoje passei por lá. A quantidade de frentistas caiu pela metade. O atendimento também já não era o mesmo. Os profissionais experientes foram trocados por novatos.

Como a maioria dos novatos sempre tem muito o que aprender, a qualidade do atendimento despencou. Para se ter ideia, enquanto eu esperava para abastecer um dos frentistas estava sentado assistindo um programa policial natalense.

Vendo que os outros dois estavam sobrecarregados eu mesmo limpei o para-brisa  do meu carro.

Em tempos de crise econômica, a crise também é de qualidade no atendimento.

Compartilhe:

Comments

comments

4 opiniões sobre “Cena da crise

  • 24 de setembro de 2015 em 06:45
    Permalink

    Falam que a construção do complexo viário dificultou a vida dos postos de combustíveis localizados as suas margens. Mas a falta de qualidade no atendimento, na minha opinião, potencializou esse efeito. Abasteço no Olinda BR e não vejo nenhum atrativo para fazer com que eu me mantenha fiel. Numero reduzido de frentistas, bicos de abastecimentos reduzidos (gás natural), antes tinha jornal de cortesia hoje je não mais, nenhuma promoção: Seja de preços ou brindes, falta serviço.de verificação de agua no radiador/limpeza de para brisas, etc. Dessa forma não tem como se fidelizar cliente nem atrair novos.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 07:59
    Permalink

    Infelizmente isso está acontecendo em vários setores, os profissionais mais experientes e que consequentemente ganham mais estão sendo substituidos por aqueles recem lançados no mercado, serviços que exigem maior nível de experiência estão sendo realizados “nas coxas”.

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 10:39
    Permalink

    Rasga o nome do posto. Aconteceu comigo no posto de Zé Mendes saida para Areia Branca, 10min esperando e nada. Paciente como eu sou meti o grito. Vão abastecer não eh ! Ai o frentita disse a bomba ta quebrada. O resto fica por de sua imaginação

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 12:19
    Permalink

    Mais nao me diga que foi na rede olinda nao foi kkkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *