Crise com estagiários apequenou gestão de Rosalba

Maior líder de Mossoró, ainda, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) do alto de sua carreira política vitoriosamente invejável deveria a este momento de sua vida pública se dar ao luxo de assumir uma postura mais de estadista em defesa dos interesses da cidade que se

Rosalba baixa cabeça e se deixa intimidar com manifestações (Foto: cedida)

mpre foi seu refúgio eleitoral.

Tem falhado nisso, diga-se.

Ao se eleger prefeita pela quarta vez após ser senadora e governadora com votações expressivas em Mossoró, Rosalba chegou a um status político em nossa história que não lhe permite se acuar.

Mas a prefeita escolheu nos últimos dias por se apequenar politicamente. Primeiro por iniciar uma série de medidas de contenção de despesas torando o porrete nas costas dos mais invisíveis dentre os pequenos na estrutura administrativa: os estagiários.

São 600 jovens que precisam de uma ajuda de custo para bancar transporte e estudos. O pouco que sobra fica para os lanches nas cantinas da vida.

Ontem esses jovens com reforço de alguns sindicalistas e militantes de movimentos sociais foram a Câmara Municipal. Rosalba até que tentou esconder sua presença na posse da presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) através de uma declaração da procuradora Karina Ferreira dizendo que a burgomestre estaria ainda em viagem.

Vaiada, Rosalba se deixou acuar na sala da presidência do legislativo. Ao se intimidar com apupos, a prefeita mais pereceu uma estagiária da política, uma iniciante em fase de aprendizagem.

A prefeita perdeu uma grande oportunidade de mostrar grandeza recebendo os jovens, explicando a decisão com transparência e, por fim, agindo como uma representante do povo que encara os problemas de frente.

Rosalba se apequenou, infelizmente.

Compartilhe:

Comments

comments

4 opiniões sobre “Crise com estagiários apequenou gestão de Rosalba

  • 4 de janeiro de 2019 em 17:46
    Permalink

    Permita-me discordar de você Bruno.Mas, é melhor q a perfeita demita os estagiários que sacrificar os funcionários públicos efetivos. Ou não?
    A prefeita toma ações agora para botar as finanças do município em ordem, é construir algo na infraestrutura, ou vai sair mais desgastada q a sua gestão como governadora. Né mesmo.

    Resposta
    • 4 de janeiro de 2019 em 18:16
      Permalink

      Colocar em ordem o que ela mesma desordenou? Ah, então pode né?! Me desculpa a palavras, mas para você é FODAM-SE os estagiários, até pq eles são a ralé. Acredito que você não esteja a par de toda situação, mas eu te explico. Vamos lá: primeiro, segundo o secretário administrativo “o problema não é a folha”, isso é a fala dele a TV Costa branca; segundo, ela poderia nos explicar de forma educada, o que realmente estava acontecendo de forma transparente e educada, não nos tratando como crianças; terceiro, o pagamento da bolsa dos estagiários não é totalmente por conta da prefeitura, esse recurso é enviado diretamente do MEC. E para finalizar, fomos colocados para fora sem o cumprimento do contrato e sem recebermos nossos direitos, como as férias. Mas para a sociedade, somos só os estagiários desocupados que só sabem fazer baderna.

      Resposta
  • 4 de janeiro de 2019 em 18:17
    Permalink

    Colocar em ordem o que ela mesma desordenou? Ah, então pode né?! Me desculpa a palavras, mas para você é FODAM-SE os estagiários, até pq eles são a ralé. Acredito que você não esteja a par de toda situação, mas eu te explico. Vamos lá: primeiro, segundo o secretário administrativo “o problema não é a folha”, isso é a fala dele a TV Costa branca; segundo, ela poderia nos explicar de forma educada, o que realmente estava acontecendo de forma transparente e educada, não nos tratando como crianças; terceiro, o pagamento da bolsa dos estagiários não é totalmente por conta da prefeitura, esse recurso é enviado diretamente do MEC. E para finalizar, fomos colocados para fora sem o cumprimento do contrato e sem recebermos nossos direitos, como as férias. Mas para a sociedade, somos só os estagiários desocupados que só sabem fazer baderna.

    Resposta
  • 4 de janeiro de 2019 em 21:43
    Permalink

    Concordo com o Bruno e acredito que faltou planejamento em relação a contratação dos estagiários, não acho justo que os mesmos sejam penalizados pela falta de organização da secretária de educação. A prefeita deveria ter o mínimo de respeito com os estágiários e recebe-los para chegar a uma definição sobre o caso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *