Deputada mais votada do país detona indicação de Fábio Faria: “será que Jair Bolsonaro não deu um Google no nome do novo Ministro?”

Janaína Paschoal detonou indicação de deputado potiguar (Foto: Edilson Dantas)

Do alto dos seus 2.060.786 votos nas eleições de 2018 quando se tornou a deputada estadual mais votada da história do Brasil, Janaína Paschoal (PSL), detonou a indicação de Fábio Faria (PSD) para o comando do Ministério das Comunicações.

Sem citar o nome do ainda parlamentar, ela questionou se o presidente Jair Bolsonaro chegou ao menos a “dar um Google” para saber quem estava indicando.

Fábio Faria é alvo de investigações por corrupção sendo apontado como o “Garanhão” nas planilhas da Odebrecht descobertas pela Operação Lava Jato. Ele ainda se envolveu em escândalo das passagens aéreas e foi aliado do PT em três dos seus quatro mandatos de deputado federal.

“Não é possível! Foi para isso que eu apoiei esse Presidente? Foi para isso que fomos às ruas para derrubar Dilma?”, questionou em outro trecho do post.

Janaína Paschoal é professora de direito da Universidade de São Paulo (USP) e foi a advogada contratada pelo PSDB por R$ 50 mil para elaborar a peça do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Veja a manifestação de Janaína Paschoal abaixo:

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Deputada mais votada do país detona indicação de Fábio Faria: “será que Jair Bolsonaro não deu um Google no nome do novo Ministro?”

  • 12 de junho de 2020 em 09:20
    Permalink

    Para as esquerdas do RN, vale tudo para churumingar a indicação do Fábio Faria para ministro das comunicações, vale até repercutir as mensagens da deputada q foi a algoz do impeachment de Dilma. Né não?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *