Eleição da mesa diretora marcará formação da maioria rosalbista na Câmara?

Carlos Augusto deu o conselho a Sandra: viabilize-se
Carlos Augusto deu o conselho a Sandra: viabilize-se

O grupo dos 12 está formado e com candidato escolhido. Alex do Frango (PMB) é o ungido. Muitos apostam que antes da posse a candidatura dele passará por um processo de inanição a partir da entrada do líder do rosalbismo Carlos Augusto Rosado.

Hoje a bancada rosalbista na futura Câmara Municipal conta com seis nomes: Sandra Rosado (PSB), Izabel Montenegro (PMDB), Alex Moacir (PMDB), Francisco Carlos (PP), Didi de Arnor (PRB), Maria das Malhas (PSD) e Ricardo de Dodoca (PROS). As duas primeiras estão tentando se viabilizar para a presidência. Do sexteto só Alex Moacir e Ricardo de Dodoca dizem votar no “candidato de Rosalba”.

Do outro lado temos dois vereadores no “limbo” político da Câmara Municipal. João Gentil (PV) se diz indeciso. Isolda Dantas (PT) consultará o petismo. Dificilmente conquistará o apoio de Isolda. João Gentil é um trabalho mais simples.

Para fazer o presidente da Câmara Municipal o rosalbismo precisará desarticular o grupo dos 12. Para quebrar a maioria precisa conquistar cinco ou seis integrantes.

O grupo dos 12 tem em mãos a chance de fazer a diferença quebrando o paradigma de sempre o prefeito (a) eleito(a) fazer o presidente da Câmara.

Num cenário de crise é fundamental para a prefeita eleita ter maioria na casa. Ter o presidente faz toda a diferença.

 

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Eleição da mesa diretora marcará formação da maioria rosalbista na Câmara?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *