Em nota, associação de praças lembra calote aplicado por Rosalba na copa

 

Em nota enviada aos veículos de comunicação a Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN) lembrou que milhares de profissionais ficaram sem receber as diárias operacionais da Copa do Mundo de 2014.

Confira:

Nota

 

Ao sermos surpreendidos com o resultado da auditoria do contrato do Governo do RN com a Arena das Dunas, que aponta um prejuízo de mais de R$ 420 milhões até o fim do contrato da concessão pública com a empresa, é inevitável não lembramos dos milhares de policiais e bombeiros militares, e demais operadores da Segurança Pública, que foram enganados pela então governadora Rosalba Ciarlini, gestora da época. Até hoje, os operadores não receberam as diárias operacionais pelos dias extras trabalhados durante a Copa do Mundo de 2014.

Enquanto o Rio Grande do Norte já amarga o prejuízo atual em cerca de R$ 110 milhões gastos a mais com os pagamentos repassados à empresa responsável pela Arena, os policiais e bombeiros militares ainda aguardam o pagamento de suas diárias que somam cerca de R$ 2 milhões.

Diante deste cenário, fica evidente o calote sofrido pelos policiais. Estes que foram destaque nacional pelo sucesso no trabalho desenvolvido em relação à segurança no evento de proporção internacional.

Repudiamos veemente os sucessivos desgovernos que não têm tido o devido zelo com a coisa pública, priorizando o gasto indevido com entidades privadas em detrimento da garantia dos direitos de seus servidores.

Esperamos também que neste atual cenário seja revista a falta do pagamento aos operadores de segurança e sanada esta injusta dívida.

Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN – ASSPMBMRN

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter

Canal Bruno Barreto