Em parceria com IMD, Sesap implementará novo sistema de dados para acompanhamento de casos de Covid-19

Subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Luchesi, explica funcionamento do sistema (Foto: Demis Roussos)

Em parceria com o Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (IMD-UFRN), a Secretaria da Saúde Pública do RN (SESAP-RN) vai implementar um novo sistema de dados que permitirá a melhoria no acompanhamento de casos de Covid-19, entre outras doenças virais. A iniciativa foi apresentada nessa sexta-feira, 5, durante a coletiva de imprensa para atualização dos dados sobre o novo coronavírus, realizada em Natal.

De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Luchesi, o convênio foi firmado visando, diminuir a divergência de informações, proporcionar agilidade necessária nesse momento de pandemia, permitir o acompanhamento que a Sesap precisa realizar junto aos municípios acerca da investigação e evolução dos casos.

Ela explicou que os serviços de saúde dos municípios continuam alimentando o sistema de base nacional, porém a parte de investigação passa a ser na base de dados estaduais unificado.

O Sistema permitirá mais dinamicidade, permitindo intervenções mais pontuais e mais focais, sendo possível visualização simultânea por Estado e municípios. “Essa ferramenta ela vem a agregar”, disse Alessandra.

Antes de adiantar as informações sobre o novo sistema, Alessandra explicou que é de competência dos serviços de saúde que atendem aos munícipes, que registrem os atendimentos e procedam com as notificações para que a Sesap possa ter ciência dos casos. A partir da notificação, é iniciado um processo de investigação e monitoramento por parte das equipes de vigilância epidemiológica, sob a coordenação das equipes de assistência. Nessa dinâmica é que se verifica o resultado dos exames dos pacientes, ocorre acompanhamento do quadro clínico, busca de informações sobre necessidade de atendimento mais específico.

Até o momento, esse trabalho era feito manualmente. Mas desde o ano passado a Sesap, por meio da Coordenação de Promoção à Saúde firmou convênio com o Instituto Metrópole Digital para implementação da tecnologia, como explicou a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica.

O diretor do Parque Tecnológico do IMD-UFRN, professor Anderson Paiva, explicou que o sistema passou a ser desenvolvido há pouco mais de dois meses, por uma equipe de onze pesquisadores.

Segundo ele, trata-se de um sistema web, que permite reunir, validar e inferir informações de interesse da Vigilância Epidemiológica. Ele ajudará na gerência e na validação das informações, bem como permitirá acompanhamento de cada caso. O sistema faz parte de um projeto assinado em março de 2020 e que tem duração de dois anos.

Cronograma

De acordo com a assessoria de comunicação da Sesap, no período de 8 a 10 de junho será feito o treinamento dos municípios para utilização do novo sistema, que começará a ser implantado na próxima terça, 9, em Natal, e no dia 11 nos demais municípios da Região Metropolitana e em Mossoró. No dia 15 deste mês, ele será disponibilizado para os demais municípios.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *