Em vez de estar afastado, Ricardo Motta acumula salário de deputado e aposentado na Assembleia

RICARDO_MOTTA

O deputado estadual Ricardo Motta (PSB) deveria estar afastado do cargo, mas, no dia 24 de outubro, por 19 votos a um os colegas dele permitiram que o nobre parlamentar seguisse no mandato aproveitando-se da brecha aberta pela gambiarra jurídica do Supremo Tribunal Federal (STF) para salvar Aécio Neves do afastamento.

O afastamento meia boca (visto que o deputado continuava recebendo salários) proibia o parlamentar de pôr os pés na Assembleia Legislativa desde junho de 2017. O “Estradeiro”, como é conhecido, é alvo da “Operação Candeeiro” que o acusa de desviar R$ 19 milhões com ajuda de apadrinhados indicados por ele no Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) durante o Governo Rosalba Ciarlini, atual prefeita de Mossoró.

Apesar de tudo isso, Motta além de receber os R$ 25.322,25 de salário de deputado embolsa mais R$ 24.346,70 como aposentado da casa. Ex-servidor do extinto Bandern, “Motinha”, outro apelido do deputado, aparece no Portal da Transparência como assessor técnico administrativo. Deputado estadual desde os anos 1980, ele entrou no “trem da alegria” dos anos 1990 e foi nomeado por meio de atos secretos que são investigados pelo Ministério Público desde 2012.

O processo, como os leitores do Blog do Barreto já sabem, está se arrastando há anos e chegou a ser declarado prescrito pelo Tribunal de Justiça.

Os salários de Rucardo Motta

O deputado deveria estar afastado, mas que em vez disso acumula salários, está prestes a aprovar o pacote de medidas do governador Robinson Faria (PSD), a quem ajudou como primeiro-secretário (segundo cargo mais importante da mesa diretora) e sucedeu no comando da Assembleia Legislativa. Entre os projetos estão dois que atingiriam em cheio o parlamentar: 1) o impedimento de acumulo de vencimentos; 2) a demissão de quem é aposentado e servidor estadual da ativa ao mesmo tempo.

Isso, claro, se o STF não acatar até lá o pedido da Procuradoria-geral da República para reverter a decisão da Assembleia que trouxe o deputado de volta ao legislativo estadual.

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Em vez de estar afastado, Ricardo Motta acumula salário de deputado e aposentado na Assembleia

  • 7 de janeiro de 2018 em 09:40
    Permalink

    Pra isso não aparecem os Conselheiros do TCE, a turma dos CALIFAS do TJRN, ou Desembargador pedindo prisão de um cabra desse, contra os policiais e todos os outros Servidores do RN que passam fome com seus familiares, as providências são tomadas com uma rapidez impressionante, sem esquecer o arrumadinho dos colegas Deputados desse condenado e usurpador do dinheiro Público. ELEIÇÕES 2018, UMA ARMA EM SUAS MÃOS SEU TÍTULO ELEITORAL, USE.

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2018 em 15:21
    Permalink

    Mais um pústula que vive às custas da ignorância do povo potiguar.

    Resposta
  • Pingback: Candidato ao Senado omite sobrenome para não ser confundido com político envolvido em corrupção – Blog do Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *