Empresários encaram com naturalidade deserções

O Blog do Barreto ouviu os empresários Jorge do Rosário e Sebastião Couto a respeito das deserções no grupo que tenta ser a novidade no cenário político mossoroense. Eles encaram com naturalidade as decisões de Weber Siqueira Chaves e Damázio Medeiros.

Para Jorge do Rosário é possível o retorno de Weber. Sobre Damázio ele disse compreender como uma posição relacionada ao projeto político do irmão dele o presidente municipal do PRB Fernandinho da Casa das Padarias. “Vejo com naturalidade. Damásio faz parte de um partido que talvez não queira se aliar agora. Weber é meu amigo e ainda pode contribuir com o nosso projeto com suas ideais que não são diferentes das nossas”, frisou.

Sebastião Couto foi no mesmo sentido de apostar num retorno deles ao projeto. “Talvez até voltem quando realmente ouvirem o plano que temos pra Mossoró que é coletivamente e não partidário ou pessoal. Essas perdas não deveriam acontecer, mas adianto que capitamos muito mais”, avisou.

O conhecido “Tião da Prest” lamentou que os colegas não tenham acompanhando as outras reuniões. “Na verdade, os dois participaram de uma única reunião e não entenderam que estávamos iniciando um projeto coletivo onde o nome era o que menos importava e que agora sim esse nome começa a ficar necessário. Como eu te falei o nome poderia naquele momento nem estar no grupo. Infelizmente não tiveram a paciência e controle emocional para esperar. Acho até que é normal para pessoas ansiosas”, disparou.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Empresários encaram com naturalidade deserções

  • 14 de janeiro de 2016 em 21:04
    Permalink

    Bruno, a meu ver, a declaração de Tião foi muito infeliz a meu respeito, chamando-me de descontrolado emocional! Acho que deveria me respeitar o quanto o tenho respeitado! Outra coisa: não fui convidado para nenhuma reúnião do grupo, exceto a do termas! Divergi conceitualmente dos idealizadores, e reputo veementemente, quererem levar o fato para o lado pessoal!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *