Entenda como os vereadores rosalbistas enganaram os artistas

Parecia ser uma reviravolta daquelas que se a mobilização política pode provocar. Os vereadores governistas, que na semana passada rejeitaram regime de urgência para o projeto que destina 10% dos recursos previstos para o Mossoró Cidade Junina para socorrer os artistas locais, mudaram de ideia.

Se antes eles detonaram o projeto por apresentar uma série de falhas, agora aprovavam sem alterações. Mais ainda: rejeitando emendas que melhoravam a proposta sob o argumento de que foi um acordo com os artistas. Nem parecia que a proposta fora alvo de uma duríssima nota assinada por nove vereadores.

Tudo encenação!

Sabe por quê? Porque na segunda-feira, foi publicado o Decreto Nº 5.696 de 08 de junho de 2020 no Jornal Oficial de Mossoró. No documento a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) finalmente remanejou as dotações orçamentárias do Mossoró Cidade Junina (JOM) para a saúde (ver imagem abaixo).

Os vereadores aprovaram os recursos sem que existisse mais orçamento para isso.

A encenação não para por aí. Os governistas em vez de apresentar emendas para corrigir as falhas apontadas rejeitaram as quatro correções sugeridas pelos vereadores da oposição. Mantiveram o projeto original.

Na prática enganaram os artistas e deram as condições para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) vetar a proposta.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Entenda como os vereadores rosalbistas enganaram os artistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *