Ex-procuradora depõe sobre esquema para burlar folha de pagamento da Assembleia

David Freire e Marcelo Hollanda

Agora RN

Em depoimento prestado na 6ª Vara Criminal de Natal, a ex-procuradora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), Rita das Mercês Reinaldo, detalhou como funcionava o suposto esquema para burlar a folha de pagamento do Poder Legislativo estadual.

Delatora do esquema criminoso descoberto durante a operação Dama de Espadas, ela contou ao juiz Ivanaldo Bezerra de que maneira eram feitos os desvios em operações financeiras.

Rita foi o principal alvo do trabalho desencadeado pelo Ministério Público Estadual, em agosto de 2015, e que revelou o uso de funcionários “fantasmas” no âmbito da ALRN.

Outro depoimento aguardado para esta segunda-feira, 10, é o de Gutson Johnson Reinaldo Giovany, filho de Rita das Mercês e denunciado na Operação Candeeiro, que descobriu irregularidades na autarquia estadual da qual ele ocupava o cargo de diretor.

Nos depoimentos iniciados na semana passada, já foram ouvidos Gustavo Vilarroel (filho), Mariana Morgana (neta), Maria Nilza (tia), Tangriany Reinaldo (nora), e Maria Lucien Reinaldo de Oliveira. Todos parentes de Rita das Mercês.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *