Fafá e o tempo que passou

A última gestão à frente da Prefeitura de Mossoró que pode se orgulhar de ao menos ser razoável foi a de Fafá Rosado. Mas ela não formou grupo, não deixou legado no imaginário popular e foi punida com o esquecimento.

Tem gente que deixa a política. Tem gente que a política deixa. Fafá Rosado foi deixada pela política e a cada eleição dá mostras de que não percebe isso.

Em 2014 recebeu uma fraca votação para deputado federal, em 2016 não conseguiu se viabilizar como vice de Rosalba Ciarlini e agora teve candidatura aprovada para deputado estadual, mas sequer colocará o bloco na rua.

Em 2018, seis anos após o último mandato de prefeita, Fafá será apenas uma apoiadora nas eleições deste ano. Segundo o jornalista Carlos Santos ela retirou o nome do pleito para apoiar Jorge do Rosário.

A política abandonou Fafá.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Fafá e o tempo que passou

  • 9 de agosto de 2018 em 11:59
    Permalink

    Falar em palanque, hoje, direto da sede da Polícia Federal em Curitiba, Lula fará debate paralelo e na oportunidade apresentará a candidatura triplex.
    Se Lula pode fazer debate paralelo estando no cumprimento de pena é bem possível que eu preso possa continuar cobrando o julgamento dos recursos SAL GROSSO.
    Ou somente o Lula é que pode?
    ///
    CORRUPTO NÃO TEM PARENTES. CORRUPTO TEM CÚMPLICES.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *