Fátima Bezerra aumenta vantagem, mas em cenário desatualizado

0afatima

Num comparativo com a pesquisa Consult divulgada em dezembro de 2017, a senadora Fátima Bezerra (PT) subiu 7% (arredondando). Cresceu acima da margem de erro.

É algo positivo para os planos políticos da petista? É. Mas não há motivos para euforia.

Outro ponto é que o êxito do carnaval em Natal não trouxe ganhos substanciais para o prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT). Ele tinha 11,41% em dezembro e na sondagem realizada entre 24 e 28 de fevereiro avançou dentro da margem de erro para 13,29%.

O mau desempenho de Carlos Eduardo mostra o tamanho do risco que ele tem ao deixar a Prefeitura de Natal para disputar o Governo do Estado.

Fátima agora tem algo em torno de 14% aumentando em 5% a vantagem em relação a pesquisa anterior.

Mas o cenário está desatualizado porque a pesquisa não conta com a presença do deputado estadual Kelps Lima (SD). A exclusão do nome dele na pesquisa estimulada (quando é apresentada uma lista de candidatos) não se tratou de má fé por parte do instituto. Quando a sondagem foi realizada ele ainda não estava no jogo político.

Preconceito

Mais uma vez o nome da vereadora de Grossos Clorisa Linhares (PSDC) não foi incluído na pesquisa do Instituto Consult mesmo o nome dela estando escolhido pelo partido há quase um ano. Engraçado é que Geraldo Melo que sequer está filiado a uma agremiação política e não disputa eleições há 12 anos está na lista da estimulada.

Pura descriminação com a parlamentar.

Confira a pesquisa estimulada realizada em dezembro pelo Instituto Consult

Fátima Bezerra – 20,29%

Carlos Eduardo – 11,41%

Flávio Rocha – 6,59%

Robinson Faria – 5%

Cláudio Santos – 2%

Tião Couto – 1,41%

Branco/nulo/não sabe/nenhum: 53,3%

Pesquisa atual

Fátima Bezerra (PT) – 27,12%;

Carlos Eduardo Alves – 13,29%;

Geraldo Melo (sem partido) – 7,29%;

Robinson Faria (PSD) – 5,35%;

Fábio Dantas (trocando PC do B pelo PSB) – 1,76%;

Tião Couto (PSDB) – 1,29%;

Nenhum – 31%;

Não Sabe – 12,29%

 

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *