Fátima flerta com a falácia ao cogitar parcelar salários atrasados

Fátima pode ter embate com sindicatos (Foto: Elisa Elsie)

Já disse e repito: a crítica que fiz a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) farei a governadora Fátima Bezerra (PT) caso ela adote a mesma estratégia falaciosa de que pagar o mês de janeiro integral e empurrar os salários atrasados para frente.

É uma estratégia falaciosa que além de não resolver os problemas dos servidores vai servir para propaganda enganosa que nem os militantes mais fanáticos vão acreditar, mas vão propagar com todas as pitadas de hipocrisia possíveis.

Os sindicatos já avisaram que não vão aceitar essa estratégia. Com razão, querem os pagamentos da folha seguindo a ordem cronológica até que ela seja regularizada.

Se Rosalba com apenas o mês de dezembro e parte do 13º de 2016 em aberto ainda não conseguiu regularizar a situação com essa estratégia não será Fátima com quatro folhas a fechar que vai celebrar o êxito.

Que os sindicatos se unam contra e a mídia denuncie.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Fátima flerta com a falácia ao cogitar parcelar salários atrasados

  • 4 de janeiro de 2019 em 08:01
    Permalink

    Se proceder desta maneira, a governadora comprova q vez campanha enganosa e que não tem o menor enterece de resolver a situação econômica caótica do RN. Vai proceder da mesma forma de Robson e Rosalba, somente com enrolação e afundando cada vez mais o Estado e levando o funcionários ao fundo do poço.
    Pago pra ver os sindicatos se posionarem contra.

    Resposta
  • 4 de janeiro de 2019 em 08:21
    Permalink

    Tenho dito neste espaço que você p seus leitores: Ou a governadora faz o que é preciso, as ditas reformas estruturantes, reforma da previdência, privatizações, extinção de alguns órgãos e enxugamento da máquina, etc… Ou levará o Estado ao fundo do poço. Ou petistas encara a realidade, ou terminarar pior do Robson e Rosalba.
    O espírito petista de ilundir e de enganar os desiformados, tem q ser deixado de lado, será q a Fátima terá coragem de mudar de prática?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *