FIERN sai em defesa de medida do Governo

 

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN) lançou nota em defesa do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (PROEDI) lançado recentemente pelo Governo do Estado.

A medida foi criticada por prefeitos que temem perder receitas com o Imposto sobre Circulação Sobre Mercadorias e Serviços (ICMS).

Confira:

NOTA

 

O Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (PROEDI), inserido no contexto de esforço do Plano RN + Competitivo, do Governo do Rio Grande do Norte, em manter e ampliar empregos na indústria, é um instrumento moderno e necessário para fortalecermos a competitividade potiguar. Atualmente, o programa garante 23.105 empregos diretos.

A ausência ou modificação do PROEDI trará prejuízos para as empresas potiguares que, perdendo competitividade, não poderão assegurar as contrapartidas assumidas, dentre as quais, a ampliação de investimentos e de postos de trabalho. É importante ressaltar que todos os Estados contam com programas semelhantes.

A FIERN, em nome das empresas industriais, apoia o PROEDI e espera a serenidade de todos para que o debate em torno do assunto considere, em todas as circunstâncias, os objetivos maiores que motivam o programa: a permanência das empresas no Rio Grande do Norte, a prospecção de novos investimentos e a manutenção e ampliação dos empregos na atividade industrial.

Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN)

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “FIERN sai em defesa de medida do Governo

  • 9 de setembro de 2019 em 18:52
    Permalink

    Partindo-se do princípio que cada um sabe aonde o sapato aperta e, ainda que FIERN não assume nenhuma prefeitura, eu fico com o depoimento dos prefeitos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *