Francisco José Junior e a necessidade de sumir

Francisco_jose_jr_ilha

Alguém precisa alertar ao ex-prefeito Francisco José Junior (PSD) que ele precisa sumir. Dar um tempo para que o povo esqueça ele. Ser esquecido é fundamental para um político quando ele cai em desgraça.

A hoje prefeita Rosalba Ciarlini (PP) fez isso com habilidade e paciência após deixar o Governo do Estado como a mais impopular da história. Sua imagem em Mossoró estava abalada, mas ele conseguiu dar a volta por cima graças a capacidade de saber a hora certa de falar e por ter uma base militante sólida na cidade.

O tempo é um aliado e tanto para um político se ele souber usar. Rosalba soube. Francisco José Junior não está sabendo. Ontem ele fez várias críticas ao primeiro mês da adversária a frente da Prefeitura de Mossoró.

Ter escrito ou não verdades é o de menos para Francisco José Junior. O contexto não favorecia o pronunciamento diante da crise de imagem que ele sofre. O povo não confia no que ele diz e isso foi demonstrado nas reações ao texto nas redes sociais.

Caso agisse com paciência, ele deixaria que o tempo cuidasse das coisas da Prefeitura de Mossoró e que a imprensa livre se encarregaria de divulgar os fatos.

O prefeito perdeu uma grande oportunidade de portar-se como estadista dando os famosos 100 dias para avaliar. Quem sabe um ano. Até lá ia conversando com os amigos e acompanhando as redes sociais usando-a como termômetro para manifestações futuras. Ao agir com voluntarismo ele desviou para si os problemas de sua passagem pelo Palácio da Resistência dando mais fôlego para Rosalba usar e abusar do discurso da terra arrasada.

Para o povo de Mossoró o silêncio de Francisco José Junior é uma eloquente poesia. Para o ex-prefeito ausentar-se do noticiário é uma questão sobrevivência.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *