Girão e mais sete deputados que tentam impedir continuidade da CPMI das fakes news

Girão assina ação contra CPMI das fake news (Foto: web/autor não identificado)

O deputado federal General Girão e mais sete parlamentares do PSL bolsonarista que assinam mandado de segurança na justiça para barrar a prorrogação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das fake news.

Além dele foram assinam  a ação Bia Kicis (DF), Bibo Nunes (RS), Filipe Barros (PR), Alê Silva (MG), Aline Sleutjes (PR), Carla Zambelli (SP) e Carlos Jordy (RJ).

Os sete políticos bolsonaristas acusam o presidente da Comissão, senador Ângelo Coronel (PSD-BA) e a relatora, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), de estarem agindo de forma parcial para prejudicar o presidente Jair Bolsonaro.

Os governistas vêm tentando de forma constante barrar a CPMI das fake News na medida em que ela avança sobre o grupo intitulado como “gabinete do ódio” liderado pelo vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), filhos do presidente.

A ação tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter

Canal Bruno Barreto