Governador ignora categorias em greve e acaba paralisação da Polícia na base da chantagem

robinson faria

Uma vitória de pirro! Assim pode ser tratada a decisão que acabou a paralisação das polícias. Não houve negociação, mas chantagem. O chefe do executivo estadual foi curto e grosso: se voltarem ao trabalho recebem no dia 12, sexta-feira.

Há quem se coloque dentro do Governo do Estado como herói negociador que pôs fim ao movimento. Não existe negociação com chantagem. Os profissionais da segurança estão famintos e o governador Robinson Faria (PSD) jogou a isca e eles pegaram. Mas nesse caso o peixe abocanhou o pescador. Afinal de contas o desgaste se tornou internacional aprofundando a desmoralização pública do chefe do executivo.

Não há sensibilidade do governo nem foco em garantir a segurança do povo. Existe é desespero de quem não consegue fazer o básico da gestão pública: pagar a folha em dia.

O governador escolheu quem lhe causa mais problemas e segue ignorando as outras categorias em greve. Ele divide para somar e manter-se no poder. Além disso, voltar a ter ao seu lado o aparato repressor do Estado que no fim do ano passado bateu em professores e servidores da saúde em greve.

Robinson pensa que ganhou, mas na verdade segue perdendo de goleada na batalha da imagem.

Nota de Blog: a expressão “vitória de Pirro” é usada quando se refere a uma vitória cujo esforço foi em vão, uma conquista com gosto de revés. A história remete ao Rei Pirro que após vencer a Batalha de Ásculo, na Grécia Antiga, ao cumprimentar os generais após uma vitória teria dito que se vencesse novamente naquela condições (a batalha teve muitas baixas) estaria acabado.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Governador ignora categorias em greve e acaba paralisação da Polícia na base da chantagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *