Governadora perseguiu corregedor da PM? O Blog conferiu para você

Coronel Edmundo deixou cargo para disputar eleições (Foto: Canindé Soares)

A notícia que circula nas redes sociais é de que a governadora Fátima Bezerra (PT) exonerou o coronel Edmundo Clodoaldo da Silva Júnior, do cargo de corregedor auxiliar de disciplina da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do RN.

A interpretação vigente é de que ele teria sido exonerado por ter saído em defesa dos militares envolvidos no lamentável episódio ocorrido no último dia 11 no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Logo surgiu a tese de que a governadora estaria perseguindo o militar.

No entanto, documentos mostram que Edmundo se afastou do cargo hoje em cumprimento ao que determina a legislação eleitoral. Ele é pré-candidato a vereador pelo Republicanos.

Em síntese: a saída de Edmundo do cargo pode até ser confortável para o Governo Fátima, mas ela ocorre por motivação diferente do que está sendo propagado.

Confira os documentos:

Ass. Of. Apres.

Requerimento

 

 

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *