Governo do RN afirma que reforma da previdência é necessária

A assessoria de comunicação do Governo do Estado faz contato para explicar que faltam detalhes sobre a reforma da previdência estadual que precisam ser divulgados. Um deles é que a contribuição patronal (a parte do governo no custeio previdenciário) subirá de 22% para 28%.

Outra explicação é que o Governo do Estado todos os meses desembolsa em média R$ 132 milhões para cobrir o rombo da previdência. Atualmente o déficit previdenciário do Rio Grande do Norte está em R$ 1,2 bilhão.

Outro dado repassada ao Blog do Barreto é que a reforma da previdência não mexerá com a idade da aposentadoria que continuará nos 65 anos.

O Governo ainda apresentou um quadro dos aumentos dos percentuais da previdência que serão descontados em outros Estados que já fizeram as mudanças:

Estado  Percentual antigo  Percentual novo
Goiás 13% 14,5%
Ceará 11% 14%
Acre 12% 14%
Rio Grande do Sul 13% 14%

O Governo explica que a reforma embora necessária não resolverá o problema. No máximo atenuará o quadro. Hoje são um servidor ativo para cada inativo. O ideal deveria ser quatro ativos para um inativo.

Nota do Blog: importante o gesto da assessoria de comunicação do Governo do Estado de se posicionar em relação a proposta de reforma previdenciária enviada a Assembleia Legislativa. O assunto precisa ser discutido com muita atenção e responsabilidade.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *