Gravação mostra pedido de voto para presidência da OAB/Mossoró com suposta ameaça velada

Circula nos grupos de Whatsapp um áudio que chegou ao Blog do Barreto em que o advogado André Luiz, que faz parte da chapa 20 lutando para ser conselheiro federal.

No áudio ele pede votos aparentemente num grupo de procuradores do município de Areia Branca. Na introdução ao assunto, ele avisa que já tinha conversado com a prefeita Luana Bruno.

Mais a frente ele explica que não colocou ninguém da Procuradoria areia-branquense na chapa oposicionista por existir uma vedação a quem ocupa cargo comissionado passível de demissão.

A presença de André Luiz na chapa de Dênis Tavares tem também levantado suspeitas de que o prefeito Francisco José Junior (PSD) estaria interessado na disputa. O fato é que André é advogado pessoal do chefe do executivo municipal.

Por coincidência uma das agências que atendem à Prefeitura de Mossoró é a mesma que faz a comunicação da campanha de Dênis Tavares que tem em André um dos maiores entusiastas.

Para André Luiz, não há nada demais nisso. “Em eleição da OAB não há espaço para influência político-partidária. Nossa classe é diferenciada em opiniões e não admite esse tipo de interveniência”, argumentou o causídico que explicou que a agência foi escolhida pela qualidade de seus trabalhos.

Sobre o áudio, André nega qualquer irregularidade. “Fiz um áudio depois de registrada a chapa, pedindo votos na condição de candidato. Quando digo que já falei com a prefeita, foi pedindo a ela autorização para postar o meu pedido de votos no grupo! Não há qualquer irregularidade nisso”, frisou.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *