Investir nos políticos do RN foi mau negócio para Odebrecht

break(great for any design)

Assisti todos os depoimentos dos ex-executivos da Odebrecht sobre os políticos do Rio Grande do Norte. Sempre tem uma lamentação por falta de retorno.

Não que os políticos daqui tenham sido mais espertos que os empresários não dando a contrapartida. Pesou muito mais a penúria em que se encontra o sofrido elefante.

Ariel Parente lamentou ter dado dinheiro a Robinson Faria e Fábio Faria por ter tido a impressão de que eles teriam força. Ele também se arrependeu em relação ao senador Garibaldi Filho. Henrique Alves acabou levando “calote” por não ter dado o retorno esperado nas obras do Piauí.

Já Rosalba Ciarlini desiludiu Alexandre Barradas na primeira conversa após as eleições.

Diferente de 2010, em 2014 a Odebrecht não botou dinheiro nas campanhas potiguares.

A Lava Jato já estava em curso.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *