Isolda propõe cota para negros em concurso públicos

Isolda defende 20% de vagas para negros em concurso públicos (Foto; ALRN)

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) apresentou projeto de lei que trata da reserva de vagas para negras e negros em concursos públicos. A matéria propõe reserva, às negras e aos negros, de no mínimo 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos e empregos públicos da administração pública direta e indireta de quaisquer dos poderes do RN. A parlamentar explica a necessidade e a constitucionalidade da proposta.

“De fato, a proposição não versa sobre matéria relativa a servidores públicos, mas trata de momento anterior ao da caracterização do candidato como servidor público, que é o estabelecimento de condições para que o candidato chegue à investidura em cargo público e, mais especificamente, a criação de mecanismos que possam tornar a concorrência ao cargo público menos desigual”, justificou.

O documento destaca que a medida é de extrema justiça, e que se justificativa pela simples constatação da disparidade entre o percentual de negros existentes no país, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e de negros ocupantes de cargos no serviço público.

Dados

Segundo dados do último censo do IBGE, a taxa de analfabetismo é duas vezes maior entre as negras e os negros, e sua renda é 40% menor que a dos brancos. Além disso, apenas 32,5% das negras e dos negros tinham emprego formal à época da coleta de dados, contra 66,3% dos brancos. Outro dado é que, mesmo em funções idênticas e com o mesmo nível escolar, os homens negros ganham salários 31,5% e as mulheres negras, 37,5% menores que os brancos.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Isolda propõe cota para negros em concurso públicos

  • 2 de dezembro de 2019 em 22:20
    Permalink

    Eu acho isso de um vazio sem precedente. O que por*: tem a ver a cor do homem com sua capacidade?
    É muita falta de raciocínio…

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2019 em 07:34
    Permalink

    Eu sou contra todo tipo de cota.. quer dizer que 25% dos negros passam no concurso
    Daí os 5% vão ficar fora por causa “DESSA” cota

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *