Izabel Montenegro repudia análise do Blog e reafirma que não paga verba de gabinete antes de autorização do TCE

Izabel rebate análise do Blog (Foto: autor não identificado)

Por meio de uma nota a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) disse que repudia comentário feito pelo editor desta página em que ele analisa a crise no parlamento municipal provocada pela verba de gabinete.

Ela se incomodou com o trecho do vídeo em que o editor desta página afirma que ela concentra poder.

Jornalista Bruno Barreto,

Repudio sua declaração, feita em comentário em vídeo, de que “surfo na onda da ação contra verba de gabinete” e que “não tenho a menor vontade de pagar a verba de gabinete para poder seguir concentrando poder”. Não procede, em absoluto. Primeiro, que não tenho nenhuma relação com a demanda judicial impetrada pelos dois advogados. E, segundo, como você bem sabe, o pagamento da verba indenizatória foi sumariamente suspenso, há quase três anos, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), e mantenho minha posição de somente autorizar o pagamento, mediante julgamento do mérito do caso e disciplinamento do uso pela Corte. Portanto, a decisão não é política para concentrar poder, mas sim de respeito à recomendação do TCE e de zelo com a coisa pública. Como meu nome foi citado no comentário, sem ter sido ouvida a respeito, solicito a reparação no mesmo espaço, em respeito à verdade e ao princípio do contraditório.

Izabel Montenegro

Nota do Blog: Esta página tem se posicionado contra a proposta de verba de gabinete reforçando o discurso da presidente Izabel Montenegro (MDB) e reafirma a obviedade: no atual sistema ela concentra poder porque todos os vereadores estão na mão dela para pedir até um papel higiênico para o gabinete.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Izabel Montenegro repudia análise do Blog e reafirma que não paga verba de gabinete antes de autorização do TCE

  • 13 de fevereiro de 2019 em 19:11
    Permalink

    Cara vereadora, não tem que repudiar, o jornalista, fez apenas uma analise, q é seu ofício. Certo? Ou eu estou errado?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *