Jailson Nogueira não seguirá conselho de Jório e afirma que irmão deveria se retratar

Quem esteve hoje no Meio-Dia Mossoró da 95 FM foi o chefe da Guarda Civil Municipal Jailson Nogueira que desconsiderou o conselho do irmão e presidente da Câmara Municipal que tinha solicitado que ele deixasse o cargo sob o argumento que o órgão estava desviando a função. “Imagine se a gente tivesse fazendo a coisa errada. Já tinham chegado vários ofícios. Ela (a Guarda Municipal) pode trabalhar junto com a polícia. É preciso entender o que é uma operação integrada antes de criticar”, alfinetou.

Jailson disse ter conversado com o irmão/presidente da Câmara que ficou de fazer uma retratação. “Eu já mostrei para ele as funções e ele ficou de se retratar. Temos que ser humildes para aceitar o nosso próprio erro”, declarou.

Ele confirmou que não foi indicado pelo irmão para comandar a Guarda Municipal. “Eu não sou da cota de ninguém. Fui convidado pelo prefeito Francisco José Junior”, relatou.

Questionado se as críticas de Jório seriam fruto de uma crise entre ele e o prefeito Francisco José Junior (PSD), Jailson Nogueira disse não ter meios para opinar sobre o assunto. “Não sei como está o relacionamento na política porque não sou político, sou policial”, declarou.

Ele ainda explicou que o processo de armamento da Guarda Municipal de Mossoró está avançando e que falta cumprir algumas exigências.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *