Juiz é eleito para a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras

Em uma das mais movimentadas eleições dos últimos anos, a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras elegeu nesta terça-feira o escritor e juiz Ivan Lira de Carvalho para ocupar a cadeira 34, que tem como patrono José da Penha e foi ocupada por Alvamar Furtado e Lenine Pinto.

O novo imortal conseguiu 30 votos. Em segundo lugar ficou o teatrólogo Racine Santos com 6 votos e em terceiro a escritora Naide Gouveia não foi votada. A ANRL, presidida por Diógenes da Cunha Lima, foi fundada em 1936 e tem 40 cadeiras.

Entre os vários livros Ivan Lira escreveu destaque para “De longe e de Perto”, “A dignidade como patrimônio” e “Brevidades”. Ele integra o Conselho Estadual de Cultura e do Instituto Histórico e Geografico do RN.  Amante das letras, ele é cronista e colaborador sistemático dos jornais do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.

O novo imortal é professor de Direito Penal da Universidade Federal no Rio Grande do Norte e de Direito Ambiental da pós-graduação da mesma instituição. O magistrado é mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco e doutor em Direito também pela UFPE com a tese “Proteção penal do ambiente: eficácia, efetividade e eficiência do conjunto normativo”.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *