Justiça libera recursos bloqueados para aquisição de insulina

insulinas adquiridas Saúde

A Prefeitura Municipal de Mossoró conseguiu a liberação de R$ 120 mil que estavam bloqueados pela justiça para a compra de insulinas Glargina/Lantus e Lispro/Humalog.

Os recursos foram bloqueados por meio de uma Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público Estadual em 2004, em virtude da falta de estoque de insulinas para distribuição aos pacientes em tratamento de diabetes.

Ao tomar conhecimento do bloqueio, a Procuradoria Geral do Município apresentou requerimento nesta quinta-feira (23) pedindo a liberação, no que foi atendida em despacho da Juíza Substituta da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Mossoró, Andressa Luara Holanda Rosado Fernandes, nesta sexta-feira (24).

Os recursos desbloqueados foram depositados diretamente na conta da empresa fornecedora de insulinas que apresentou menor preço no processo de licitação, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde.

O secretário Municipal de Saúde, Benjamin Bento, informou que foram adquiridas 750 insulinas Glargina/Lantus e 65 insulinas Lispro/Humalog.

Esses medicamentos são considerados de alta complexidade, mas não são custeados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP).

A distribuição dos medicamentos na próxima quinta-feira (02). A prefeita Rosalba Ciarlini visitou o setor de distribuição hoje, na Secretaria Municipal de Saúde. “ Quando nós assumimos, esses medicamentos estava em falta.

Precisávamos realizar um processo licitatório, desbloquear recursos e conseguimos. Estamos fazendo o que é possível para melhorar a saúde da população, cuidando das pessoas”, conclui a prefeita.

Compartilhe:

Comments

comments

4 opiniões sobre “Justiça libera recursos bloqueados para aquisição de insulina

  • 24 de fevereiro de 2017 em 17:36
    Permalink

    Espero que seja transparente essa aquisição sem subterfúgio.

    Pois alguns fornecedores da época de Francisco Carlos voltaram a fazer fornefornecimentos. Acredito que não seja de forma voluntária.

    Resposta
  • 24 de fevereiro de 2017 em 17:42
    Permalink

    Gostaria que você Bruno . Realize Se possível um investigação para saber o por quê de o secretário colocar a irmã e o cunhado em salas para realizar trabalho na secretaria de saúde sem ter vínculo. Fazendo trabalho. Será que de forma voluntária. Deve ser pois eu acredito em Papai Noel. ISSO É um clã de família?

    Resposta
  • 25 de fevereiro de 2017 em 10:03
    Permalink

    Espero que isso seja apenas o começo de muita coisa boa que precisa melhorar na Saúde de nosso cidade. Antes abandonada pela antiga Gestão.

    #PraFrenteMossoro

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2017 em 04:25
    Permalink

    “A distribuição dos medicamentos na próxima quinta-feira (02). A prefeita Rosalba Ciarlini visitou o setor de distribuição hoje, na Secretaria Municipal de Saúde. “ Quando nós assumimos, esses medicamentos estava em falta.”
    Se quando a Rosalba assumiu estes medicamentos estavam em falta, significa dizer que passa de dois meses a falta destes importantes medicamentos. Os medicamentos chegam numa sexta-feira e ainda terão que aguardar mais 6 dias para serem entregues, Isto é o que se pode chamar de DESLEIXO com a saúde. Não me venham com a esfarrapada desculpa de feriadão de carnaval. Para entregar estes medicamentos bastaria colocar um funcionário e tudo estaria resolvido. Ou para entregar medicamento é necessário que toda a estrutura da Saúde funcione? O que estão esperando é que o carnaval termine para que possam fazer PROPAGANDA com a entrega destes medicamentos. Se até lá alguns terão seu quadro de saúde agravado, isto pouco importa. O que interessa é fazer todos saberem que a Rosalba está distribuindo remédios para diabéticos. Meu Deus, meu Deus. Alongar por mais seis dias o sofrimento de doentes para fazer uma propaganda mais eficaz. Até onde a insensibilidade leva as pessoas? Por que Deus permite que isto aconteça? Por quê?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *