Luiz Carlos afirma que se o PT apoiar Silveira em 2016 ele não sobe no palanque

Em entrevista ao Meio-Dia Mossoró na 95 FM o vice-prefeito Luiz Carlos Martins (PT) disse que mesmo que o Partido dos Trabalhadores venha a apoiar a reeleição de Francisco José Junior (PSD), ele seguirá afastado do chefe do executivo municipal. Ele alega ser uma questão de dignidade. “Não tenho condição de subir no palanque. Não tenho condição de retroagir. Prefiro sair da política com dignidade acima de tudo”, declarou.

O vice-prefeito alegou ainda que esta é uma questão hipotética ainda. Mas garante que não muda a decisão de romper com o prefeito. “O nosso posicionamento é irreversível. É uma posição de dignidade”, frisou.

Ao falar sobre o rompimento, Luiz Carlos relatou que era completamente ignorado pelo prefeito e justificou a decisão por diferenças acerca do modelo de gestão. “Um dos motivos que nos levaram ao rompimento é a concepção de gestão que está contemplada na nossa carta. É uma gestão centralizadora e o vice-prefeito tomava conhecimento das decisões somente através do JOM”, analisou.

Com relação às críticas feitas pelo presidente municipal do PT, Nelson Gregório, Luiz avaliou como uma posição pessoal do correligionário que não reflete o pensamento do partido em nível local e estadual. “Depois que nós publicamos a carta tanto o presidente do partido como a minha pessoa temos dado entrevistas e assim como o presidente tem dado a opinião pessoal dele eu também tenho dado a minha opinião. A instância partidária ainda não se reuniu para discutir o rompimento do vice-prefeito”, frisou.

Ele também negou estar cometendo qualquer equívoco. “Não cometi nenhum erro grave, eticamente falando. A senadora Fátima rompeu com o Governo do Estado e o partido não está hostilizando a senadora”, analisou.

Questionado se pretendia renunciar a vice prefeitura, o petista descartou a possibilidade. “Sigo no cargo. Não vejo nenhuma contradição nisso até porque fomos eleitos para isso”, justificou.

Sobre indicações em nível de Prefeitura de Mossoró, o vice-prefeito disse não ter nenhum cargo sob seu apadrinhamento político. “Não tenho nenhum cargo na administração municipal”, garantiu.

Com relação aos planos de disputar a Prefeitura de Mossoró, Luiz Carlos colocou o nome à disposição do partido. “O nosso nome está à disposição da cidade. Esse posicionamento já foi colocado a algum tempo”, disse.

O vice-prefeito disse que não gostaria de concorrer à Prefeitura de Mossoró por um outro partido. Questionado se topava ser vice de Rosalba foi curto e grosso: “Espero que não”.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *