MP investiga procurador geral do Estado por retardar Operação Dama de Espadas

Agora RN

O Ministério Público do Estado instaurou inquérito civil para investigar o procurador-geral do Estado, Francisco Wilkie Rebouças. O órgão quer apurar um “possível retardamento na instauração do procedimento próprio pela Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte para apurar os danos decorrentes dos desvios de recursos estaduais no montante de R$ 5,5 milhões decorrente da Operação Dama de Espadas, que investigou caso de corrupção na Assembleia Legislativa do RN.

Conforme portaria publicada na edição desta quinta-feira (01) do Diário Oficial do Estado, foi expedido um ofício endereçado ao próprio procurador requisitando, no prazo de 10 dias úteis, informações, acompanhadas de documentos, sobre quais as medidas adotadas pelo órgão em relação ao ressarcimento do dinheiro supostamente desviado. A determinação é assinada pela promotora de Justiça, Hayssa Medeiros Jardim.

 

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *