Na véspera do retorno ao plano de retomada econômica, RN registra média de 83,9% dos leitos críticos ocupados

Taxa de ocupação média observada às 10h52 desta terça-feira, 14 (Fonte: RegulaRN – SESAP – LAIS)

A taxa de ocupação média dos leitos críticos do SUS para tratamento de pacientes com sintomas do novo coronavírus no Rio Grande do Norte estava em 83,9%, segundo observado na Sala Pública do RegulaRN nesta terça-feira, 14, às 10h52. Quando observado por região, três delas – Metropolitana, Oeste e Mato Grande – têm índices superiores.

Amanhã, 15, é a data marcada pelo Governo do Estado para o retorno ao plano de retomada das atividades econômicas, com funcionamento dos estabelecimentos inseridos na fração 2 da fase 1 e na fração 1 da fase 2. Uma das condicionalidades para que isso ocorra é a taxa de ocupação de leitos não superior a 80%.

Na Região Metropolitana a taxa de ocupação média era de 87,6%. No Hospital de Campanha de Natal, Hospital Memorial São Francisco, Hospital Municipal de Natal e Hospital Rio Grande 100% dos leitos estavam ocupados; a taxa de ocupação era de 96% no Hospital Giselda Trigueiro, 90,9% no Hospital Central Coronel Pedro Germano (Hospital da PM), 83,3% no Hospital Luiz Antonio, 80,8% no Hospital Colônia João Machado, 70% no Hospital Maternidade Belarmina Monte, 50% no Hospital Maternidade do Divino Amor e 30% no Hospital Regional Alfredo Mesquita.

No Oeste do Estado 85,9% dos leitos contavam com internamentos. Em Mossoró a taxa de ocupação era de 85,18%, com 88,2% dos leitos do Hospital São Luiz e 80% dos leitos do Hospital Regional Tarcísio Maia ocupados. Em Pau dos Ferros, 90% dos leitos do Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade estavam ocupados.

No Seridó, o percentual de leitos ocupados no Hospital Regional Telecila Freitas Fontes era de 80%.

A região do Mato Grande tinha 100% de ocupação dos leitos do Hospital Manoel Lucas de Miranda e do Hospital Regional de João Câmara.

Oito pacientes aguardavam regulação para leitos críticos e 12 esperavam por leitos clínicos.

Em todo o Estado havia 44 críticos disponíveis e onze bloqueados.

Onze pacientes com perfil de leito crítico e oito com perfil de leito clínico aguardavam transporte.

Situação das unidades hospitalares com leitos para atendimento de pacientes com sintomas de Covid-19 às 10h52 (Fonte: RegulaRN – SESAP – LAIS)

Nota do Blog: A taxa de ocupação varia com frequência, bem como a atualização dos dados pelo RegulaRN, que acompanha o fluxo do sistema. Para acompanhar os dados em tempo real, acesse a Sala Pública do RegulaRN.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Na véspera do retorno ao plano de retomada econômica, RN registra média de 83,9% dos leitos críticos ocupados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *