‘Não tem balbúrdia’, diz reitor da UFERSA

Reitor nega balburdia (Foto: Carlos Adams)

Entrevistado ontem no Meio-Dia Mossoró, o reitor da UFERSA Arimatéia Matos lamentou o bloqueio feito pelo presidente Jair Bolsonaro no ensino superior.

“Vai ficar muito complicado para mantermos os investimentos”, declarou.

Para o reitor não faz sentido a acusação de que as universidades federais praticam balburdia para justificar cortes. “A universidade é universal. Tem gente de todos os segmentos. Não tem balburdia”, disparou.

Ele disse que os reitores do Rio Grande do Norte estão se mobilizando para reverter o quadro, mas admitiu que não será fácil.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “‘Não tem balbúrdia’, diz reitor da UFERSA

  • 8 de maio de 2019 em 14:39
    Permalink

    É interessante como o presidente e o ministro mentem. Basta informar que estão fazendo um contigenciamento para não “cair na regra de ouro”. Simples. A situação fiscal é delicada no país. Todos sabem.
    Poderia dizer a verdade, mas preferem dizer que os cortes estão ocorrendo por eventos que eles não concordam. Isso deveria ser motivo de cassação, mas para quem foi eleito com uma plataforma cheia de maneiras essa é só mais uma.

    Resposta
  • 8 de maio de 2019 em 17:50
    Permalink

    Balbúrdia tem sim, sabe aonde? No palácio do planalto. De onde sai as maiores balburdias e de decisões desastrosas de um ministro, e que é acatado por um presidente sem noções básicas dos estragos que isso pode ocorrer na educação do nosso país. Claro, ser não houver modificações em breve. Pois ai tem uma pintada de chantagem do governo, para forçar a reforma da previdência.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *