O pau que bate em Mineiro não bate em Beto

Mineiro perdeu o mandato para Beto e retomou

No dia anterior à diplomação dos eleitos em 2018, mais precisamente 17 de dezembro daquele ano, tudo ocorreu de forma célere. O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Jorge Mussi, em decisão monocrática, determinou que Beto Rosado (PP) seria deputado federal até segunda ordem.

Em menos de 24 horas as contas foram refeitas e Beto Rosado conseguiu ser diplomado junto com os demais eleitos em 2018.

Na última sexta-feira, dois anos depois, a segunda ordem chegou: o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) voltou a indeferir o registro de candidatura de Kericles Alves Robeiro, o Kerinho, anulando os 8.990 votos necessários para a coligação 100% RN fazer a segunda cadeira de deputado federal.

Mas a celeridade de 2018 não é a mesma de 2021. O Blog do Barreto apurou que apesar de pronto e assinado pelos juízes, o acórdão não foi publicado e embora já seja de domínio público, inclusive publicado nesta página (ver AQUI). Só após a publicação ele terá validade.

A demora para a publicação se justifica porque os advogados têm o direito de requerer as mídias da sessão que julgou o caso e há um trâmite.

Apesar das explicações fica claro que o pau que bate em Mineiro não bate em Beto.

Ainda hoje traremos novidades sobre o caso.

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “O pau que bate em Mineiro não bate em Beto

  • 26 de janeiro de 2021 em 19:30
    Permalink

    Uma tremenda sacanagem o que fizeram e que estão fazendo com Mineiro

    Resposta
  • 26 de janeiro de 2021 em 21:24
    Permalink

    Mineiro é o Trump do RN….que entrar a força

    Resposta
  • 27 de janeiro de 2021 em 08:29
    Permalink

    Muito simples Bruno, os Rosados são hábeis nos bastidores…fazem de tudo para o processo se arrastar por um bom tempo e, não ser resolvido, é só verificar o numero de advogados que o kerinho tem para defendê-lo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *