“O que eu vou fazer quando eu ver um prematuro de 750g com dor?”, diz médico do Hospital da Mulher

hospital-da-mulherO gastropediatra Luiz Guerra que trabalha no Hospital da Mulher fez um apelo dramático no Facebook e listou os insumos que estão faltando lá. “Mais uma vez, o Hospital da Mulher de Mossoró está em crise. Crise existencial! Gostaria que os ‘responsáveis’ pelo mesmo fizessem) algo de concreto para que este Hospital de importância incomensurável não fechasse as portas. Mais uma crise por falta de pagamento? Não! No momento, falta o mínimo para se trabalhar com dignidade”, denunciou.
O médico ao final da postagem faz um apelo aos políticos. “Caros candidatos e “eleitos”: aceitamos doações para que o hospital não feche as portas! Para que o hospital não “morra” por inanição! Para que os recém-nascidos internados tanto na Uti quanto nos outros setores não morram por falta de material básico. AJUDEM O HOSPITAL DA MULHER!!!!”, disparou.
Em contato com o Blog do Barreto, o médico disse que a situação na unidade de saúde é crítica e que se sente aflito por isso. “Estou preocupado agora é porque não temos nem sabão pra lavar as mãos e isso multiplica exponencialmente o risco de infecção hospitalar o que inviabilizaria todas as Utis de Mossoró. Não tenho Álcool 70% pra limpar o umbigo dos bebês. Como trabalhar assim??”, questionou. Ele disse ainda que há um risco de um surto de infecção hospitalar.

Hospital já recebe material por meio de doações
Hospital já recebeu material por meio de doações

Na conversa, ele disse que teria condições técnicas para atender um prematuro, mas que não seria fácil diante do quadro no hospital. “O que eu vou fazer quando eu ver um prematuro de 750g com dor? Hoje é aqui… Amanhã será na Dix-sept porque lá não suporta absorver os dois hospitais. É angustiante”, frisou.
Ele disse que chegaram algumas doações que ajudam por um ou dois dias. “Pedimos pros pais se reunirem e buscar o MP e/ou promotoria da saúde”, declarou.

Abaixo a lista de insumos que faltam no Hospital da Mulher:
Jelco 24;
Jelco 18;
Gaze rolo;
Gaze 7,5×7,5 não estéril;
Gaze estéril 7,5×7,5 estéril;
Papel grau cirúrgico(todos os tamanhos);
Campo operatório;
Álcool 70;
Clorexidina Degermante;
Gluconato de cálcio 10%;
Detergente enzimático;
Eletrodos;
Gorros;
Máscaras;
Propés;
Sonda Foley 12, 14 e 16;
Ringer Lactato;
Scalp 21 e 23;
Agulha 40×12;
Agulha 13×4,5
Esparadrapo impermeável
Catéter subclávia 16;
Fita teste de autoclave;
Fentanil 10ml;
Fentanil 2ml;
Naloxona;

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *