Oposição analisa medidas com cautela, mas aponta falhas

Os vereadores da oposição analisaram com cautela as medidas anunciadas pelo prefeito Francisco José Junior (PSD). Os parlamentares preferiram aguardar o projeto ser enviado à Câmara Municipal para aprofundar o posicionamento, mas não esconderam as críticas com base nas primeiras impressões.

Alegando não ter visto os detalhes do projeto, o vereador Genivan Vale (PROS) disse que não gosta de emitir opiniões sem conhecimento. Mas mesmo assim ele achou as medidas insuficientes. “Não são adequadas para enfrentar o grave problema de caixa que ele colocou a prefeitura. Uma economia de 154 mil/mês não irá resolver a atual situação. Será que não houve uma troca de 6 por meia dúzia, pois extinguiu secretarias, mas criou várias  secretarias executivas”, questionou.

Dizendo apoiar as medidas, Francisco Carlos (PV) disse desconfiar dos números. “Em princípio nós apoiamos essas medidas. Apesar de apoiar essas medidas colocamos em dúvida essa eficácia. O prefeito no final do ano passado anunciou um déficit de R$ 8,5 milhões, depois que estaria reduzindo 4,5 milhões. Metade desse déficit. Ele agora toma essas medidas porque aquelas tomadas não foram suficientes, mas não por que. A gente lamenta a falta de clareza”, justificou.

O líder da oposição Lairinho Rosado (PSB) classificou a iniciativa do prefeito como uma resposta as críticas construtivas da oposição que apontava excessos de gastos com terceirizados, comunicação e aos cargos criados em 2014. “A gestão de Silveira comete erros seguidos. Pelo que li nos blogs e sites as mudanças são coerentes. Quando receber o projeto vou ler e se forem mudanças boas para Mossoró voto a favor. Espero que dessa vez o prefeito tenha acertado. O prefeito diz que essa medida promove uma economia de 1,7 milhão por ano. Não é por mês. Se ele mesmo diz que ano passado houve uma frustração de receita de 100 milhões? Não pode dar certo. Espero que o prefeito acerte”, disse.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *