Pai de Ezequiel Ferreira recebe R$ 30 mil como aposentado da Assembleia Legislativa

ezequiel

O presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) está prestes a colocar em votação o pacote de ajustes do governador Robinson Faria (PSD) que prevê o cancelamento de vantagens dos servidores estaduais como o acúmulo de cargos e a demissão de celetistas aposentados (conforme a própria a assessoria do governo).

Contraditoriamente ao ciclo de austeridade proposto pelo governo, Ezequiel tem na família um exemplo de privilégio no serviço público: o próprio pai, seu homônimo.

Ezequiel José Ferreira de Souza foi deputado estadual por três mandatos sendo presidente da Assembleia Legislativa no biênio 1973/74.

Ele é aposentado como assistente técnico legislativo com salário mensal de 30.471,11. É mais um dos vários casos de ex-deputados que são “encaixados” no quadro de servidores da Assembleia Legislativa que o Blog do Barreto vem revelando nos últimos dias.

Ezequiel Pai

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Pai de Ezequiel Ferreira recebe R$ 30 mil como aposentado da Assembleia Legislativa

  • 9 de janeiro de 2018 em 10:26
    Permalink

    Bruno bom dia, como leitor diário do seu blog peço que continue com esse brilhante trabalho de investigar e denunciar essas manobras da AL. Pois eles fazem parte de todos os problemas que nosso estado passa no momento, quanto mais informações a população tiver melhor pra todos os potiguares. E dá um NÃO bem grande a todos esses malfeitores que a anos fazem maldades com o povo sofrido do nosso querido RN. Um abraço.

    Resposta
  • 10 de janeiro de 2018 em 09:26
    Permalink

    Mesmo assim, metade desse bando de desonestos, vão voltar para o devido massacre ao povo e aos funcionários estaduais nas eleições deste ano, para eles tudo para o povo e funcionários nada vamos a luta e derrubar todos do poder.
    .

    Resposta
  • 10 de janeiro de 2018 em 20:01
    Permalink

    Pior de tudo é saber que a maioria desses sacripantas será reeleita graças à ignorância da massa de eleitores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *