Parecer técnico recomenda reprovação das contas da campanha de Allyson

Allyson tem parecer pela reprovação das contas de campanha (Foto: Redes Sociais)

Parecer técnico assinado chefe de cartório da 34ª Zona Eleitoral Francisco Márcio de Oliveira recomendou a reprovação das contas de campanha do prefeito Allyson Bezerra (SD).

Foram apontados os seguintes problemas:

Descumprimento da entrega dos relatórios dentro do prazo estabelecido pela legislação eleitoral;

Omissão de registro de gastos com posts patrocinados no Facebook num montante de R$ 18 mil. Sendo identificadas inconsistências com as notas fiscais apresentadas e o serviço realizado;

Divergências entre os beneficiários de cheques e o efetivo sacador que totalizam R$ 34,550;

Inconsistência nos valores das sobras de campanha;

Irregularidades em débitos de campanha que totalizam R$ 64 mil;

Foram detectados gastos eleitorais realizados em data anterior à data inicial de entrega da prestação de contas parcial, mas não informados à época totalizando R$ 16.294,14.

O juiz da 34ª Zona Eleitoral Vagnos Kelly abriu um prazo de três dias úteis para que o prefeito se defenda.

Por meio de nota a defesa de Allyson se manifestou. Confira abaixo:

NOTA

O processo de prestação de contas da campanha eleitoral de 2020 ainda está tramitando e estamos prestando os esclarecimentos e documentos necessários. Arrecadamos e realizamos os gastos dentro da legalidade. O parecer apresentado apontou formalidades que estão sendo respondidas. Entendemos como normal a manifestação técnica em epígrafe, mas não há o que temer quando se está dentro da lei.

Assessoria jurídica do Prefeito Allyson Bezerra

Confira o Relatório Conclusivo que opina pela reprovação das contas de Allyson Bezerra

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Parecer técnico recomenda reprovação das contas da campanha de Allyson

  • 1 de fevereiro de 2021 em 10:58
    Permalink

    Xiiiiiiiii….vai feder. Mossoró véi p ter muido

    Resposta
  • 1 de fevereiro de 2021 em 11:45
    Permalink

    Se for igual a da prefeitura que apresentou, vai bater nada. Eitxa, que a competência chegou em pessoa.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *