Pensionista explica que está em lista indevidamente

A pensionista Margarida Maria Costa de Melo faz contato para contestar a inclusão do nome dela na lista publicada pelo Ministério Público no Diário Oficial do Estado (DOE).

“Prezado Jornalista,

Hoje fui surpreendida por amigos e familiares informando que meu nome se encontrava em uma suposta lista do Ministério Público taxada como “funcionária fantasma” da Prefeitura de Mossoró.

Diante desse lamentável e revoltante episódio envolvendo meu nome e considerando que esse veículo de comunicação divulgou/transmitiu a lista, venho esclarecer que sou PENSIONISTA da Prefeitura Municipal de Mossoró depois de ter alcançado na JUSTIÇA esse direito, através de sentença confirmada pelo Tribunal de Justiça e há muito transitada em julgado (ou seja, onde não cabe sequer mais recurso).

Ressalto que a pensão por morte foi um DIREITO que decorreu do falecimento do meu esposo, João de Melo, que em vida exerceu por longos anos o cargo de fiscal de tributos no município.

A propósito, o processo judicial – contendo pedido feito por advogado, contestação, recurso do Município e todas as decisões proferidas pelo juiz – podia e pode ser acessado por qualquer pessoa, inclusive pelos integrantes dessa “auditoria” da UERN e também pelo representante do Ministério Público que publicizou de maneira temerária meu nome como sendo uma “funcionária fantasma”.

Espero que esse episódio envolvendo indevidamente meu nome e minha imagem seja rapidamente esclarecido pelos responsáveis, pois sou uma pessoa que sempre pautei minha vida pelos ensinamentos cristãos e pela ética, sendo muito entristecedor ser exposta assim ao desprezo público.

Margarida Maria Costa de Melo”

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Pensionista explica que está em lista indevidamente

  • 21 de fevereiro de 2016 em 10:27
    Permalink

    Bruno bom dia, escrevi ontem aqui que o MP deve desculpas a essas pessoas e até agora nada a declarar por parte do MP. Ou seja dona Margarida permanece na lista dos Funcionários fantasma da Prefeitura. E agora quem procurar pra reclamar o erro do MP o mesmo MP ?. Vamos aguardar portanto. Um abraço.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *